A garota que queria dar para um policial

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Desde pequeno sempre chamei a atenção de muitas meninas por conta de minha beleza, tanto que meu primeiro beijo foi aos 9 anos com uma garota do meu prédio que era afim de mim e anos mais tarde já tive minha primeira experiência sexual, desta vez com uma menina mais velha que me ensinou pacientemente tudo que precisava saber para agradar uma mulher, o que não era difícil pois modéstia a parte, tenho um pau muito maior que a média. Mas agora falando um pouco mais sobre mim, me chamo Tiago, sou de Niterói RJ, tenho 28 anos, 90 quilos perfeitamente distribuídos em 1,86 de altura, corpo bem definido, cabelos castanhos escuros cacheados, olhos pretos e pele bronzeada pelos dias de surfista. Quando tinha 19 anos me formei no ensino médio concluindo também o serviço militar, entrei para a escola de sargentos e acabei me tornando policial.

O que vou contar aconteceu a alguns anos quando conheci Pietra, uma garota de uns 20 anos pelo facebook, como ela morava em uma cidade vizinha e raramente vinha até aqui, passamos a conversar quase todas as noites por mensagens e ligações. Depois de alguns meses trocando mensagens acabei convidando-a para sair comigo, para minha surpresa ela disse que namorava, mas aceitou mesmo assim. Quando questionei se não se importava em trair seu namorado comigo, ela disse que sim, porém ela sempre havia fantasiado transar com um policial. Intrigado e excitado com o que ela havia dito, perguntei então como seria sua fantasia. Pietra então disse que sonhava em ser possuída por um policial fardado que a fudesse com força e a deixasse toda arrombada, disse também fantasiar transar algemada e ser completamente dominada. Aquela conversa havia me deixado muito excitado e a convidei para uma vídeo chamada, ela atendeu e me mostrou estar na sala, o que tirou completamente a esperança de video-sexo, conversamos então por alguns minutos.

Acabei batendo uma deliciosa punheta no banho imaginando aquela menina nua se contorcendo sob meu corpo, gozei forte fui dormir. Nós combinamos que eu iria buscá-la na sua cidade sexta-feira a noite, porém para minha decepção ela não podia demorar, então decidi levá-la para um motel na estrada. Fui usando a farda, porém não poderia usar a viatura, fui então de carro até o local combinado, ao vê-la pessoalmente percebi que as fotos não faziam jus a sua beleza, Pietra tinha pouco mais de 1,60, com seios firmes e uma bunda enorme quase à mostra em um shorts jeans curto, seus cabelos eram pretos escorridos e sua cara de safada já revelava suas intenções, ao entrar no carro me comprimentou com um beijo no rosto e partimos para o motel.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Chegando lá subimos para o quarto e a safada já me agarrou antes mesmo que fechasse a porta, seu beijo era intenso em contraste a boca pequena e macia, sua mão por sua vez já se apressava explorando o volume que começava a se formar entre minhas pernas. Seguindo seu exemplo cai de boca em seus peitos enquanto agarrava com força aquela bunda maravilhosa, ela se contorcia de dor com os apertões e ao mesmo tempo gemia de tesão.

-Ajoelha vai!

Disse a ela empurrando sua cabeça para baixo em direção a minha virilha, ela então cedeu caindo de joelho aos meus pés e agarrando com a boca meu pau por cima da calça. Prendi então seus cabelos em um coque e levantei sua cabeça para poder ver melhor seu rosto, com cara de cachorra, ela começou a morder os lábios o que deixou meu pau completamente duro, enfiei então meu dedo naquela boquinha e pude sentir sua maciez e seu calor, ela começou a chupa-lo com vontade. Peguei então uma das algemas que trazia comigo e prendi suas duas mãos para trás me dando total domínio sobre ela, quando tirei meu pau para fora ela pareceu assustada e maravilhada com o tamanho, mas mal dei tempo para que ela reagisse e puxei seu rosto em direção as minhas bolas, ela então as abocanhou e começou a chupa-las enquanto eu olhava aquele lindo rostinho com meu cacete esfregando nele. Guiei então a cabeça do meu pau até sua boca que se abriu ao máximo para recebê-lo, mas era grosso demais, então pedi que colocasse a língua para fora e comecei a passá-lo nela, instintivamente Pietra engoliu a cabeça do meu pau e começou a chupa-la bem devagar me dando ainda mais tesão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Entregue ao desejo, peguei Pietra no colo e levei-a até a cama onde a deitei e tirei seu shorts e sua calcinha, deixando-a apenas de top por não conseguir tirá-lo com as algemas, mas mesmo assim deixando seus seios a mostra para mim. Enquanto a beijava, encaixei meu pau na entrada da sua bucetinha e comecei a forçar, logo percebi que não seria tão difícil deixa-la arrombada, ela ainda era bem apertada. Comecei então a forçar ainda mais enquanto ela soltava leves gemidos abafados pelo beijo, quando a cabeça entrou ela me agarrou com as pernas prendendo-me junto a seu corpo, iniciei então leves movimentos de vai e vem enfiando meu pau quase inteiro dentro dela que se contorcia de prazer. Sua bucetinha quente e apertava se contraia abraçando meu pau quando tomado pelo tesão, virei-a de costas e comecei a foder sua buceta com força enquanto ela tentava manter o corpo erguido com as mãos presas para trás, depois de uma meia hora nessa posição acabei gozando dentro dela, só nesse momento percebi nem ter colocado camisinha, mas já era tarde demais.

Soltei as mãos de Pietra e me deitei na cama me recuperando da foda, quando ela deita no meu peito e começa a brincar com meu pau que mesmo cansado, rapidamente se levanta. Pietra senta então sobre meu corpo e começa a me beijar, porém dessa vez com mais calma, beija então meu pescoço e começa a descer com a boca começando a chupar meus mamilos -coisa essa que nunca havia experimentado, mas confesso ter gostado muito- e continuou descendo, beijando os músculos do meu abdômen até chegar no meu pau que começo a chupar novamente, então relaxei o corpo na cama e fique apenas aproveitando, mas infelizmente sua pequena boquinha não engolia nem metade do meu cacete. Gozei mais uma vez, agora naquela boquinha que rapidamente engoliu tudo.

Antes de levá-la para a casa, ainda tentei convencê-la a tentar dar o cu para mim, mas ela foi categórica e não aceitou com medo do tamanho, na verdade essa é uma das maiores desvantagens, até hoje só encontrei uma menina que aceitou me dar o cu e mesmo assim acabou desistindo no meio, porém já comi sim alguns cus, no próximo conto, trarei a história se quiserem, mas hoje me despeço por aqui.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *