As colegas de trabalho já se conheciam e bem

As colegas de trabalho já se conheciam e bem

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Como é característico em todos os trabalhos, todos os colaboradores têm que ter formação na área que desempenha e na minha não é exceção.

Fui então nomeado para ir fazer formação no centro de formação que a empresa possui, da filial de onde parti fui buscar mais duas colegas de duas filiais destintas.

Durante a viagem, eu conduzia e ora ia uma à frente, ora ia outra, até ai tudo normal.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Ao chegarmos ao local fizemos o check-in, e fomos colocar as malas nos quartos, elas ficaram num quarto, eu fiquei sozinho noutro quarto.

Após um banho refrescante, saímos e fomos jantar, fomos a um barzinho, e regressamos para o hotel.

Como ainda era cedo 23:00, e no outro dia só tínhamos que estar no auditório às 11:00 da manhã, pois soubemos à chegada que tinha havido um problema no ar condicionado e só no dia seguinte estaria pronto, as minhas colegas convidaram-me para ir até ao quarto delas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Acedi e fomos entrando.

Depressa uma disse que ia vestir o pijama, quando sai da casa de banho, trás uma camisa minúscula, bem decotada, com a parte de sima rendada e sem sutiã, que lhe deixava ver os bicos das mamas, e que mamas.

A outra muito entusiasmada logo se apressou a ir também vestir a dela, por coincidência igual mas de cor diferente.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Foi uma festa para as duas.

Já eu me sentia constrangido com tudo aquilo, dois monumentos de mulheres na minha frente e eu só observava.

Sem nada para fazer, uma lembrou-se de por uma música, e começou a dançar, a outra depressa se juntou a ela e puxaram-me também para dançar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Começaram a chegar-se cada vez mais uma à outra e uma delas sem que nada o fizesse prever arranca um beijo na boca da outra, a qual correspondeu como se estivesse habituada.

A música acaba ela virasse e dá um grito baixinho, começa uma música que ela começa a tira uma alça da camisa, e a outra incentiva-a.

A seguir tira a outra alça, ficando com a camisa tipo caicai, a outra ainda puxou devagarinho para lhe ver as mamas, mas ela impediu-a, desafiando-a para ela fazer o mesmo.

Ela nem pestanejou, e começou a tirar uma alça e a seguir a outra, mas esta foi mais ousada, e prendeu a camisa nos bicos das mamas, mas que bicos já tesinhos.

Até que uma começa a roçar-se em mim, a outra vem e faz uma “sanduiche” de mim, começo a apalpar as duas, as camisas começam a cair, primeiro lambo as mamas de uma, depois viro-me e lambo as de outra, mas tenho a ajuda daquela que em primeiro tinha começado a beijar as mamas.

Ela então agarra na mama e puxando-a para cima diz:

– Elsa chupa também a tua mama, como tu costumas fazer. Foi ai que percebi que elas tinam estado juntas.

Ficamos os três a lamber a mama da Elsa, as nossas línguas enrolavam-se.

Eu acariciava-as, elas agarravam-me no pau por cima das calças, até que a Vanda o retira para fora, baixa-se e começa a chupa-lo, puxando a camisa da Elsa que ficou completamente nua, ela não tinha nada por baixo da camisa.

A Elsa baixa-se também, e ambas chupavam o meu pau, tiram-me a roupa e atiram-me para cima da cama.

A Elsa tira a camisa da Vanda, e fica também ela nua.

Certamente estavam as duas combinadas.

A Elsa monta-se no meu pau, a Vanda na minha boca, após umas cavalgadas, a Elsa gritava que era duro, a Vanda pedia para experimentar.

Trocaram de posição, a Vanda estava louca de tesão, não demorou muito a vir-se no meu pau, já a Elsa veio-se na minha boca num ápice.

A Vanda não se aguenta e cai para o lado, a Elsa, sai de cima da minha boca e começa a lamber a rata da Vanda, convida-me a come-la e com força naquela rata, a Vanda gritava, eis que depressa se levanta e vem dar-me um beijo, agora a Vanda começa a gemer.

A Elsa depressa diz:

– Come-lhe o cu, que ela adora dar o cu, abrindo-lho.

Começo a enraba-la e ela gritava por mais, a Elsa lambe-lhe a rata e a Vanda retribui-lhe.

A Vanda não tarda e anuncia que vai gozar.

Agora era a vez de comer o cuzinho da Elsa, essa optou por fazer uma cavalgada, já a Vanda acariciava-lhe a ratinha, e não demorou nada que ela gozasse também.

Com tanta excitação eu anuncio que vou gozar também, as duas posicionam-se para receber o meu leitinho todo, lamberam-no todo sem perder uma única gota.

Foi uma noite fantástica, aquela semana que lá passamos não perdemos uma única noite de sexo maravilhoso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *