Pensando em outro

Dentre muitas experiências que eu tive, transar com um cara pensando em outro foi uma das que eu mais repeti…

A ultima transa que eu tive, foi com alguém que eu gosto muito. Meu corpo estava lá, mas minha mente estava muito longe. Transei de olhos fechados o tempo todo pois só conseguia pensar no outro que estava longe.

CHEGUEI NA CASA DELE JÁ ERA QUASE MEIA NOITE, ELE ABRIU A PORTA, JÁ ESTAVAM TODOS DORMINDO. TIRAMOS O COLCHÃO DO QUARTO E COLOCAMOS NA SALA. TOMEI BANHO E DEITEI COM ELE.

ADMITO QUE MINHA CABEÇA ESTAVA EM OUTRO LUGAR, TINHA ACABADO DE FALAR COM O MEU AMOR VERDADEIRO, ELE MORA LONGE, NÃO PODEMOS NOS VER, O QUE NÃO ME IMPEDE DE QUERER TÊ-LO A TODO MOMENTO.

OLHEI PARA ELE E VI O QUE ESTAVA LONGE, NÃO TEVE DEMORA, DEITEI ELE E FIQUE POR CIMA, COMECEI A BEIJÁ-LO, O TEMPO INTEIRO MEUS OLHOS ESTAVAM FECHADOS E EU VIA, NA MINHA MENTE, A IMAGEM DO MEU DISTANTE AMOR.

FUI BEIJANDO SEU CORPO, DESCENDO ATÉ CHEGAR NO SEU PÊNIS, MEUS OLHOS AINDA ESTAVAM FECHADOS, E EU AINDA O VIA EM MINHA MENTE, SUA IMAGEM ERA TÃO FORTE, QUE EU CHUPEI, CHUPEI SEU PÊNIS DE UMA FORMA COMO SE FOSSE O DOCE MAIS GOSTOSO DO MUNDO. EU O CHUPAVA VORAZMENTE, LAMBI TUDO ATÉ “AS BOLAS” EU CHUPAVA A ESQUERDA, DEPOIS A DIREITA, E DEPOIS COLOCAVA AS DUAS E CHUPAVA-AS AO MESMO TEMPO. ENQUANTO EU CHUPAVA A CABEÇA DO SEU PÊNIS MINHA MÃO ACARICIAVA O RESTANTE.

ELE ESTAVA DURO, PULSAVA VEEMENTEMENTE, EU O SENTIA PULSAR ENQUANTO O CHUPAVA. SENTIA SEU PENIS BATER NA PARTE INTERNA DAS MINHAS BOCHECHAS, ENFIEI ATÉ A PONTA, ATÉ MINHA GARGANTA, ATÉ TER ÂNSIA DE VÔMITO. QUANDO EU FUI TIRANDO O PÊNIS DA MINHA GARGANTA E ELE FOI GOZANDO NA MINHA BOCA, SENTI O LÍQUIDO QUENTE ESCORRER PELA MINHA LÍNGUA, ENGOLI TUDO E DEPOIS DEI UMA LAMBIDA NA CABECINHA SÓ PARA MOSTRAR QUE EU TINHA ENGOLIDO TUDO. MEU PIERCING AINDA ESTAVA COM RESQUÍCIOS DO SEU ESPERMA.

IMAGINEI O OUTRO PERTO DE MIM, FECHEI OS OLHOS E COMECEI A MASSAGEÁ-LO, LOGO ELE ESTAVA DE PÉ NOVAMENTE, NADA ESPEREI, MONTEI EM CIMA DELE E COMECEI A REBOLAR. CAVALGUEI DE OLHOS FECHADOS IMAGINANDO O OUTRO DENTRO DE MIM, SENTIA SEU PÊNIS NAS PAREDES DA MINHA VAGINA LATEJANDO, COMECEI A SUBIR E DESCER EM CIMA DELE, REBOLAVA, CONTRAIA E SOLTAVA A VAGINA QUASE QUE COMO O MORDENDO, ENQUANTO PASSAVA A LÍNGUA PELOS SEUS MAMILOS. E SEMPRE DE OLHOS FECHADOS IMAGINANDO “O OUTRO”.

ELE GOZOU DE NOVO E EU SENTI SEU LÍQUIDO ESCORRER PELA MINHA VAGINA. AINDA NÃO ESTAVA SATISFEITA E PARA FINALIZAR A NOITE PEDI QUE ELE ME CHUPASSE, E A CADA MOVIMENTO DE SUA LÍNGUA EU SENTIA MAIS FORTE A PRESENÇA DE MEU AMOR DISTANTE COMIGO, NÃO DEMOROU MUITO E EU GOZEI, GOZEI MUITO. MEU CORPO ESTAVA CANSADO, HAVIA TRANSADO COM UM E COM O OUTRO (UM DE CORPO E O OUTRO DE ALMA) ESTAVA DUPLAMENTE CANSADA.

Levantei, tomei um banho, liguei para ouvir a voz dele e fui dormir… Ao acordar ainda estava extasiada com essa experiência.

Não sei se vocês já passaram por isso, mas é uma experiencia cansativa, porém maravilhosa.

Deixe um comentário