Esposa safadinha e seu dançarino predileto

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

A um ano e meio atrás, vi um homem no lugar onde sempre danço, ele é alto, malhado um tipo que toda mulher se interessa por ele.
Eu e meu marido estávamos dançando certa vez nesse lugar e eu sempre via esse cara dançando. Ele dança muito bem. Fiquei babando de ver ele dançando e meu marido percebendo meus olhares, conversou com ele e perguntou se ele era dançarino, ele respondeu que não, mas que gostava muito de dançar, meu marido sabendo que eu ia gostar de dançar com ele, perguntou se ele dançaria comigo e ele prontamente disse que sim, a musica estava recomeçando e tomei um susto quando ele estendeu a mão para mim e meu marido sorrindo falou para eu aproveitar para dançar com quem dança muito bem, dançamos pela primeira vez, eu um tanto tença e não conseguia me soltar, mas dançamos e meu marido fotografou nós dois dançando e eu consegui me soltar um pouquinho e no final ele um cavalheiro me trouce até a mesa e falou que gostou muito de dançar comigo e eu disse que adorei e fique com a promessa dele que dançaríamos outras vezes e assim aconteceu porque foi meu marido que pediu, ele ficava a vontade para me tirar para dançar. Iniciamos uma amizade e passamos a dançar sempre que eu ia lá, conversávamos muito quando dançávamos e ele um dia me falou que estava apaixonado por uma mulher, mas que ele não tinha esperança porque ela era casada e eu oferecia para ajudá-lo mas ele dizia que não poderia conversar esse assunto comigo. Contei para meu marido que falou. Essa mulher é você amor. outras vezes eu insistia para ele me contar mas não tinha sucesso. No principio era só danças e eu gostava muito de dançar com ele que tinha mexidinhas diferente do meu marido que eu gostava e já sentíamos nossos corpos mais próximos e nossas coxas sentia uma a outra. Um dia conversando ele perguntou se meu marido não se importava de nós dançarmos sempre e eu falei para ele não se preocupar porque entre eu e meu marido somos bem resolvidos. Imediatamente senti ele me apertando e eu gostei. Nossas danças tinham umas paradinhas que ele mexia muito e eu ralava nele e gostava daquilo ao ponto de nossas danças ficarem muito sensuais e tivemos que ir dançar em outro lugar , porque ali já não podíamos mais ficar naqueles rala rala que a cada vez que encontrávamos o tesão só aumentava.
No outro lugar que íamos dançar, meu marido passou a filmar todas nossa danças e ficava sempre de pau duro o tempo todo me vendo naqueles ralas safados que dávamos um no outro e quando chegávamos em casa com tesão tanto dele de ver sua esposa safadinha fazer aquelas sacanagens e eu de ficar lembrando aquele sarros gostosos. O tesão era muito grande e era fodas muito loucas famintos de prazeres.
O tempo foi passando e nossa intimidade um com o outro só aumentava. Começamos a trocar mensagens, no principio era sem maldade ele falava de jantar a luz de velas comigo e coisa românticas que ele sonhava comigo até o dia que estávamos conversando em uma mensagem com vídeo e ele me mostrou seu corpo dentro de uma banheira cheia de espuma e eu desejando dá uma provocada mais audaciosa, perguntei se me cabia ali também e ele falou: Claro que sim, é só vc chegar que dou banho nesse corpo lindo e cheiroso, porque quando dançávamos ele sempre falava que nunca tinha dançado com uma mulher tão cheirosa e que ele era apaixonado pelo meu cheiro. Eu falei para ele que um dia iria tomar banho com ele que mostrou todo seu corpo nu para mim,. Eu na hora fiquei sem graça, mas depois me acostumei. Depois daquela provada que dei, ele pediu que eu enviasse uma foto nudes, eu mandei uma de biquíni que ele disse ter gostado muito. Nossas conversas forma cada dia ficando mais sacanas e com mais liberdade. ao ponto dele falar para mim que ia me levar a gozos loucos chupando minha buceta que ele tando desejava chupar muito gostoso e por vezes me deixou ver ele tontamente nu e duas vezes mandou foto de seu pau.
Nossas danças cheias de sacanagens chegou em um ponto de pura putaria e nós cada vez mais empolgados e ficamos tão íntimos que não tínhamos mais vergonha um do outro, porque quando fazíamos aquelas sacanagens, nós olhávamos um para o outro sem um pingo de vergonha. E como sempre quando chegava em casa as sacanagens era com meu marido cheio de tesão de ver sua esposinha entregue as sacanagens que eu tanto gostava. Algumas vezes meu marido falou para eu imaginar como se estivesse com ele, e eu chupava o pau dele com muta vontade e tesão que eu estava e depois meu marido falava para eu sentir ele com a língua batendo no meu grelinho me levando a loucos gozos, me pegava por trás me estocando e falando: toma safada sente o pau do seu dançarino e dava loucas estocadas me levando ao delírio de esta naquela foda tão gostosa com o cara que eu tanto estava desejando e cheia de tesão por ele, foram fodas muitos loucas que tivemos eu imaginando meu marido como se fosse ele.
Como somos um casal liberal, eu decidi com meu marido que queria ter um lance com aquele cara que nessa altura já estava cheia de tesão que me deixava toda molhadinha desejando ele comigo na cama e era só começar a dançar que o tesão explodia de minha calcinha ficar encharcada e eu cheia de vontade de dá para ele. Teve uma vez que dançávamos o tesão era tão grande que por duas vezes ele segurou minha mão e conduziu até o pau dele e eu não perdi tempo, apertei aquele cacete nas duas vezes. Nós estávamos numa overdose de excitação, ele dançando me levou para um lugarzinho em um cantinho mais reservado e passava a mão na minha bunda e as vezes apertava de tamanho tesão que estava e me deixava ainda mais excitada, eu cada vez esfregava mais em cima do pau dele e as vezes sentia as coxas dele ralando na minha buceta me deixa ndo muito doida de dá para ele. Uma vez ali ele me pegou em um beijos de línguas que me enlouqueceu porque ele beija muito gostoso e eu gostei muito de beijar ele ali. outra vez ele ousou enfiar a mão dentro de minha calça e eu deixei e rebolava mais sentido a mão dele ai no meu rego e enfiando o dedo no meu cusinho me enlouquecendo e desejando com uma vontade muito louca de fuder ali mesmo naquele lugar e eu apertava muito ele sentido aquelas sacanagens tão gostosa que eu tanto gosto e estava disposta a fazer tudo com ele.
Conversando depois falei para ele que ele era o cara que eu tinha escolhido para fuder gostoso comigo, ele imediatamente concordou e marcamos o dia que iriamos ao motel que tanto ele como eu estamos com muito vontade que acontecesse nossa tão desejada foda, eu falei para ele que nossa preliminar começaria com um Strip que faria para ele.
Mas por três vezes eu toda preparadinha com calcinha especial para o Strip, não deu certo. Eu fiquei muito frustada porque meu tão sonhado lance com meu dançarino preferido não aconteceu, Decidi então falar para ele que não mais aconteceria o lance porque eu havia desistido, porque por três veze não aconteceu e que eu acho então que não era para acontecer. Ele um tanto desapontado disse que ele não ia desistir de mim.
Esse cara ainda vejo ele e não danço mais com ele porque fiquei muito frustada, mas quando vejo, me dá um tesão e uma vontade de dançar ralando nele e beijar muito, que por sinal ele beija e sarra muito bem de um jeito sensual e muito excitante que muito me empolgou.
Essa foi a grande frustração da esposa safadinha que sonhou, desejou e imaginou numa foda sacana e gostosa como seu dançarino preferido que não chegou onde ela desejava.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *