Eu me recuperando da ressaca da festa

Eu me recuperando da ressaca da festa

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Acordei eram quase duas da tarde, uma ressaca muito forte, fui pro banheiro e tomei um banho, meu cuzinho ardia, meu bumbum tinha umas marcas roxa, coloquei uma roupa mais comportada e fui almoçar, após o almoço Mih me perguntou pra onde tinha ido, e eu disse que tinha encontrado Seu José e ele me levou para um lugar mais tranquilo que a festa, como era sábado e ainda faltava algum tempo para irmos pra festa eu resolvi descansar mais e quando foi umas oito da noite Mih me chamou e fomos nos arrumar.

Dessa vez o look foi um vestido preto curtinho e sandália de salto, a ressaca ainda estava um pouquinho forte, fomos para festa e lá eu resolvi me comportar um pouquinho depois do dia anterior, isso era umas onze da noite, eu bebi apenas uma cerveja e avisto Seu José, que me chama e bem na frente da minha amiga ele faz o convite se num quero sair dali e ir pra casa dele repetir a aventura, como eu tava meio mole para feste acabei aceitando, ele então saímos dali, eu avisei Mih para onde iria e ela falou que me dava cobertura.

Dessa vez eu estava mais sóbria e Seu José num fogo só, ele me beijou bastante, me agarrou alisou e logo me despiu, me elogiava e dizia que jamais teria sonhado em ter uma menina como eu para fuder tão gostoso. Ele ficou pelado e me chamou para sentar no colo dele, eu sentei de frente, aquela pica ficou roçando na minha bucetinha e ele me beijando. parecíamos um casal de namorados, ele então me levou para cama e explorou todo o meu corpo com a boca dele, até parar na minha bucetinha e chupar bem gostoso, ao contrário do dia anterior ele estava mais carinhoso, sua chupada era bem suave e devagar, sua língua percorria toda minha buceta, penetrava um pouquinho e depois ia até o clítoris, aquilo estava me deixando bem relaxada e me fez gozar, ele não parou solveu todo meu líquido e voltou a me beijar, e pediu para meter na minha bucetinha, eu neguei e disse que gostava de dar minha bunda e que a bucetinha seria para o casamento, ele então não insistiu porem me mudou de posição e começou a chupar meu cuzinho que recebia aquela língua com muito tesão. ele lubrificou bem e subiu encima de mim e meteu aquele pau enorme dele bem devagar no meu cuzinho, ele foi colocando e quando tava tudo dentro ele pediu que eu rebolasse e assim ele começou a meter bem devagar no meu cuzinho.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Ele metia, eu rebolava, ele me beijava a nuca e esfregava suas mãos cheias de calos da roça no meu corpo e eu apenas suspirava, aquilo tava muito bom, eu como tinha facilidade para gozar fui entrando naquela onda de prazer e quando vi comecei a gozar gemendo manhosa e baixinho, ele enlouqueceu e gozou bem gostoso no meu cu. Quando ele retirou o pau eu senti a porra descendo junto porem ele parou a mão recolhendo aquilo que tava vazando e levou até minha boca, eu chupei os dedos dele limpando toda a porra que tinha e depois ele me deu o pau para eu limpar. Chupei e limpei aquele pau todinho e quando terminei ele deitou novamente encima de mim e me beijou, um beijo apaixonado e gostoso que correspondi com muito gosto, após o termino do beijo eu me aninhei em seus braços e peito e fechei meus olhos, ele fez um bom cafune.

Adormeci e um tempo depois ele me acordou, disse que queria aproveitar mais essa chance de me ter por perto, ele me beijou bem gostoso e disse que me queria por cima, ele deitou na cama e eu comecei os trabalhos chupando aquele pau e preparando para sentar, quando me posicionei para sentar com o cu naquele enorme monumento, ele me puxou para baixo e a pica dele entrou me empalando. Eu subi e desci umas duas vezes e sempre na descida ele dava essa ajuda extra, quando tudo tava dentro, tomei as rédias e rebolei e quicava freneticamente, as vezes ele dava uma estocada de cima para baixo e eu gritava de prazer. Seguimos nessa posição por uns vinte minutos, quando me cansei e ele disse que era hora de me fuder como no dia anterior, ele me colocou de quatro e soltou um tapão antes de meter e eu gritei para ele: bate que mais que sua putinha adora. Ele enlouqueceu e começou a meter forte e a me dar tapas mais forte ainda, era um a mistura de dor e prazer que eu não aguentei muito tempo e gozei e ele não parou, ao contrario ele acelerou e meteu mais fundo, além de me dar mais tapas, dali para frente eu conheci o que meu corpo gostava e assim comecei a ter orgasmos múltiplos, quando não aguentava mais rola no rabo, Seu José tirou do meu cu e começou a enfiar na minha boca, ele atingia o fundo da minha garganta e quando anunciou que ia gozar ele deu o primeiro jato na minha boca e o resto na minha cara. Quando terminou eu apenas puxei com o dedo o que dava para por na boca e ele me disse que já eram 4 horas da manhã que devíamos ir. Eu me arrumei e voltamos para festa, vi lá ele se despediu com um gostos beijo e eu fui procurar Mih. Nesse meio tempo eu encontrei com Felipe que veio pedir desculpas pelo dia anterior e como eu ainda tava com halito de pica dei um beijo demorado nele e disse que outro dia a gente conversava que agora eu queria ir para casa.

Encontrei com Mih e voltamos para casa. Na casa dela ainda tive folego de chupar sua buceta pois ela queria ver como tava meu bumbum depois de dois dias ser arrombada pelo negão, dormimos e no domingo de manhã fui para casa. Chegando lá está Felipe com uma rosa na mão me esperando.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Continua.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *