Galeria do rock

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Sábado e as 13hs da tarde se aproximam, logo vou sair do trabalho e enfim pode beber…

Então entra aquela que seria a última cliente, devia ter seus 19, 20 anos no máximo, alta, cabelo com três cores (azul, loiro e preto), cheia de tatuagens e piercings. Mas o que mais chamava a atenção era o decote generoso feito à mão em uma camisa do Metallica, q deixavam bem evidente seios grandes e fartos.

-boa tarde! – disse eu tentando tirar a atenção daqueles seios que não paravam de ocupar minha mente. – já já vamos fechar, algo que eu posso te ajudar?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Reparando que estava de olho em seus seios, ela se abaixou para olhar uns CDs, de forma que seu mamilo quase saísse da blusa, revelando um piercing em forma de ferradura no mamilo. Percebendo que a investida já tinha dado certo, com um sorriso angelical ela olha pra mim, se levanta e diz com a voz mais meiga do mundo: – é, talvez você possa me ajudar… Preciso de um corpete, um bem bonito, você poderia me ajudar a escolher um? AH, também preciso prova-lo, tenho um “pequeno” problema com a parte de cima…

Ainda hipnotizado com o que acabara de ver e ouvir, comecei a buscar uns corpetes e já imaginando em algo q não saia da minha cabeça, ver e tocar naquele piercing do mamilo… Quando volto a mim, estou mais uma vez olhando para os seios da garota.

Indico a ela o local do provador e coloco os modelos em cima da mesa, pergunto qual ela mais parou e sua reposta foi surpreendente: – não sei moço… -de repente ela segura na minha mão e olha nossos olhos com uma força impressionante, aqueles olhos claros vasculham minha alma, e parecem saber do meu real desejo- que tal vc me ajudar a escolher? – assim me puxa para dar um beijo q faz minha calça explodir assim q sua não vai de contato a algo que já latejava de prazer.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Assim q termino o beijo, ainda sem acreditar no que tinha acontecido, ela começa a se encaminhar para o provador, rapidamente vou a porta da loja e a fecho, não quero que isso acabe por aqui; foi o tempo de trancar a porta e me perguntar se tudo isso era realmente real, quando ouço uma voz me chamando- moçooooo, ainda preciso da sua ajuda, não consigo tirar minha blusa direito… – sem pensar duas vezes, vou correndo para o provador, e a visão que tive foi angelical, divina e que levava ao paraíso. Com os seios a mostra, uma pequena linha prendia a camisa ao piercing no mamilo, levemente puxando a camisa, o pedido que me foi feito me levou ao delírio: – moço, será q você pode cortar essa linha pra mim? Assim não vou conseguir usar os corpetes… Mas tem que ser com a boca, não gosto de tesouras e facas apontadas pra mim. – me disse aquela cara de safada.

Sem pensar duas vezes, fui o máximo delicado ao ir com a boca até a linha, antes q meu canino encontrasse a linha, com uma leve virada ao meu encontro, acabei mordendo o seu mamilo, justamente entre a linha e o piercing, mas não pensava em tirar a boca dali, foi quando ouvi um leve gemido, e mais pegaram minha nuca e começaram a me puxar de encontro aqueles enormes seios, sem pestanejar comecei a chupa-los bem devagar, sentido q cada vez mais era puxado, “não precisa ser delicado” me dizia uma voz em meio a gemidos, era o que eu precisava para começar a sugamos com todas as forças q tinha, enquanto a outra mão acariciava o outro seio, macio, lisinho, foi quando ia trocar a boca de lugar, ela rapidamente desceu e se ajoelhou, com uma destria impressionante, abriu minha calça e colocou meu pau na boca, sugava com uma vontade impressionante, entre uma chupada e outra, tirava meu pau da boca e continuava a trabalhar com as mãos, levemente levantou o tronco e colocou meu pau entre os seus seios, aquilo já era demais pra mim, mal conseguia ficar em pé. -quero q goze aqui- dizia ela batendo meu pau com força entre seus seios -e me lambuze toda…

Antes mesmo que eu pudesse pensar na situação, ela chupava novamente meu pau, quando fui avisa-la de que já estava prestes a gozar, ela chupa apenas a cabecinha, tocando uma deliciosa punheta com chupeta, foi o máximo que aguentei, gozei na boca dela, e alguns respingos na sua face… Foram os minutos mais deliciosos da minha vida, até que me toquei que não tinha gozado aonde ela pedira, o que me deixou uma dúvida em qual seria sua reação: – olha só o que vc fez… Me deixou toda gozada – falava ela levantando e me encarando, dei um passo para trás, jurava que ia tomar um tapa ou algo do tipo, para minha surpresa, a reação foi outra, abrindo a saia, revelando que estava apenas de meia arrastão por baixo da saia, ela gentilmente passa os dedos pelos lábios inferiores e os passa de volta em minha boca: – você me deixou molhada aqui e só vai gozar na minha cara? Ainda quero meus peitos gozados.

Sua frase mal termina e ela senta na cadeira do provador, me puxando para encontro de sua vagina, em meio a meia arrastão e tudo mais, sinto algo q molha minha barba e minha boca, chegando a deixar meu cavanhaque molhado, ela rasga uma parte da meia, assim consigo ficar com a boca colada em sua buceta, logo começo a chupar com força, quando sinto algo batendo na minha língua, algo metálico, circular, assim que minha língua vai de encontro a ele, com um forte gemido ela puxa minha cabeça de encontro a suas pernas, pressionando cada vez mais minha cabeça contra seu corpo, sinto que vou desmaiar com a pressão, quando ela começa a me soltar levemente, ofegante…

Ainda recuperando o ar, olho pra frente e alguém está de pé, colocando a bunda na ponta do meu nariz, rebolando, dançando… : – ainda falta gozar nos meus peitos, pode brincar de bater na minha bunda com seu pau e me comer gostoso?

Minha reação foi rápida, levantei e já comecei a meter forte, fundo e puxando ela pelos braços, quanto mais forte estocava, mais alto ela gemia, por duas vezes cheguei a imaginar que alguém pudesse ouvir do outro lado ou na porta da loja, mas não me importava, aquilo era bom demais para ser verdade, e merecia ser aproveitado.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Depois de várias batidas na sua bunda (que de branca ficou vermelha, assim como ela pedia para bater cada vez mais e mais), ela mudava de posição todas as vezes que estava para gozar, sem entender o por que daquilo, quando pensei em colocá-la de 4, seu celular começou a tocar descontroladamente, tocou uma, duas, três, perdi a conta de quantas vezes tocou, até que uma hora ela me diz ofegante: – gatinho, não demore, estão precisando de mim.

Ajoelhada de frente pra mim, depois de um boquete bem feito é uma punheta, gozei em seus peitos, como o pedido, com o pau ainda latejando de prazer, ela me faz uma espanhola digna de um tesão inestimável.

Sem forças para me mover, ela levanta, pega sua blusa do chão, se limpa toda com a blusa, pega um dos espartilhos (o mais bonito diria eu), ajeitando seus peitos e corpo dentro dele, ela me pede para ajudá-la a subir o zíper, e pronto, está ela arrumada, cheia de uns pontinhos de suor na testa, pega a chave em cima da mesa, abre a porta e olha pra mim: – tchau lindo! Obrigado pela ajuda e tudo mais! – me joga a blusa toda cheia de gozo e suor- fique com isso como troca! Até breve…

Ainda sem me tocar, ela foi embora, e eu usado e nem um pouco arrependido de ter q pagar o corpete, e com uma blusa de lembrança…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *