Gozada na boca

Gozada na boca

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Por conta do trabalho tive que terminar meus estudos a noite, foi bem sacrificante, porém teve suas compensações.

No período das minhas férias no trabalho, pude chegar mais cedo na escola pra repor algumas aulas que perdia por chegar atrasada por conta do trânsito que pegava do trabalho até a escola.

Nessa época me aproximei muito de Rui, sempre nos ajudávamos com as matérias, depois terminávamos com um lanche na cantina, antes da aula começar pra valer.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Um belo dia marcamos de estudar na casa dele, até aí beleza. Tudo correu na mais perfeita ordem. Sua irmã ficou com a gente, sua mãe tb estava em casa, logo depois seu irmão chegou tb. Família bem alegre e divertida, me senti em casa.

Naquela semana fui quase todos os dias e tudo de boa, estudamos muito e o resultado não podia ser outro. Fomos bem pra caramba.

Rui então faz a proposta.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

– Poderíamos aproveitar pra fazer o mesmo esquema pra próxima prova, o que acha?

– Por mim tudo bem.

E assim foi feito. Todo dia eu estava lá, até que os olhares começaram a se cruzar. O joguinho de sedução se fez presente. O problema era a mãe dele que marcava em cima.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Mas como nem tudo dura pra sempre, no dia seguinte, ela precisou sair para uma consulta médica. E a aula que era na sala, foi transferida imediatamente para o quarto.

Não deu tempo nem de abrir a mochila, a pegação já começou na porta, uma puxada de cabelo, um beijo devorador que mais parecia que ia me engolir. Me deitou na cama, tirou meu short e minha calcinha, minha blusa coladinha, estava sem sutiã.

Ficou me olhando, veio me beijando pelo pescoço, boca, queixo, desceu pelos seios e parou, se deliciou mamando um tempo enquanto sua mão deslizava no melado da minha buceta.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Continuou descendo me beijando o corpo todo bem lentamente até parar na minha buceta, se fartou do meu mel. Não sabia o quanto eu era gostosa. Não tínhamos muito tempo, então Rui meteu seu pau em mim de uma só vez, aquele pau grosso saiu rasgando tudo. Que delícia.

O quarto dele dava pra rua, tinha uma cortina escura, fiquei na janela de quatro pra ele, mas sem que ninguém pudesse me ver do lado de fora. Mas só a sensação de estar vendo alguém já dava um tesão absurdo. Fudemos muito e gozamos juntos.

Nos vestimos e fomos pra cozinha, nos fundos na casa beber uma água e nos recompor. Notamos que seus irmãos haviam saído tb. Estávamos sozinhos, que maravilha.

Saímos da cozinha e fomos pra área de serviço pra ele fumar um cigarro. Quando ele acendeu eu já estava de joelhos e com o pau dele na minha boca pagando aquele boquete.

Ele chegou a encostar na parede de tanto tesão, eu chupava com uma vontade, engolia até bater na traquéia, numa sequência de tirar o fôlego. Eu estava muito louca de tesão, eu amo dar prazer.

Chupei aquele pau grosso da cabeça rosa, até ele ficar bem duro, quase como uma estaca. Rui estava em êxtase e avisou que ia gozar, mal terminou de falar e senti a porra jorrando na minha boca, eu fui engolindo e vinha mais, dei uma engasgada, pois era muita porra, escorreu um pouco, engoli mais um pouco, que delícia pqp.

O tesão nos leva a loucura e essa foi uma das que fiz uma única vez. Desde esse dia, nunca mais deixei ninguém gozar na minha boca.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *