Gozando nos pés da Personal Trainer

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Olá a todos, este será um conto longo, para aqueles que curtem podolatria, principalmente com mulheres mais velhas.

Vou me apresentar, me chamo Pedro, tenho 18 anos, 1,79 de altura, branco, cabelo preto e olhos verdes, me descobri podolatra aos 12 anos assistindo uma reportagem sobre o assunto. Vou relatar algo que aconteceu hoje mesmo

A duas semanas, minha mãe começou a fazer exercícios em casa, com a ajuda de uma amiga dela q é ex personal trainer, o nome dela é Samanta, têm 52 anos, no primeiro dia que ela veio aqui em casa, estava de leg, uma regata verde e de tênis, então não pude ver seus pés, de corpo não tinha nada muito atraente, os peitos são médios e pouco caidos, a bunda é pequena, ela é magra, têm em torno de 1,64, o rosto é bonito, loira com um belo sorriso e olhos cor de mel. Disseram q ela viria 3 vezes por semana, por mim não teria problema, eu não participaria e nem iria atrapalhar.

No segundo dia, ela veio com um shortinho de pano, uma regata azul e uma melissa preta daquelas q têm só uma tira acima dos dedos, e, aqueles pés… eram divinos bronzeadinhos em cima e bem clarinhos nos arcos e nas solas, dedos escadinha sem esmalte, não consegui ver bem as solas, mas pareciam ser ótimas. Naquele dia decidi q iria fazer os exercícios também, peguei o número da professora e adicionei no whatsapp pra tratar sobre os pagamentos.

Todas as aulas q dava pra ver os pezinhos dela eu ficava olhando e, sempre tentando disfarçar a ereção.

Ontem ela me chamou.

Samanta: Oi Pedro, tudo certo para a aula de amanhã?

Pedro: Tudo sim, mas acho q a minha mãe não vai participar, ela vai trabalhar até mais tarde

Samanta: Ok, nos vemos amanhã então

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Pedro: Ok, até amanhã

Se passaram 5 minutos e ela mandou outra mensagem

Samanta: Olha só, posso te fazer uma pergunta?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Pedro: Pode

Samanta: Eu notei que tu olha bastante pros meus pés no treino, tu têm fetiche por pé?

Naquele momento eu gelei, não sabia ao certo o q fazer, até pq ela é casada, eu não poderia tentar nada, mas decidi abrir o jogo com ela.

Pedro: Na vdd sim, sinto muito tesão por pés, principalmente de mulheres mais velhas, e, os teus me deixam muito excitado mesmo

Samanta: É, já notei essa questão das tuas ereções kkkk difícil seria não notar né kkkk

Pedro: Desculpa por isso, se te incomoda posso tentar não olhar mais ou até parar com os treinos

Samanta: Não não, sem problemas, eu só queria entender mesmo, tu disse que sente tesão nos meus pés, eu não vejo nada de muito especial neles

Antes que eu pudesse responder, fui surpreendido com uma foto daqueles pezinhos e a frase “eles são normais”

Pedro: Mds… Que pezinhos lindos, eles são perfeitos de mais, mas eu queria ver as solinhas, isso realmente me dá muito tesão

Samanta: Sério? Tipo quanto?

Aí eu perdi completamente a cabeça e decidi fazer o q tinha q ser feito, mandei uma foto de como estava minha ereção com a legenda “tipo assim”

Samanta: Mds Pedro, que loucura, isso tudo realmente é teu? Ficou desse jeito só de ver os meus pés?

Pedro: Sim, pode ver q sou eu pela tatuagem do meu braço q aparece de fundo

Samanta: Mds, é enorme e grosso também

Pedro: Pode ser todo teu se quiser…

Samanta: Não não não, para, chega, eu sou casada, essa história é coisa de maluco, chega, parou por aqui

Pedro: Tudo bem, desculpa, mas pelo menos tu vêm no treino amanhã?

Samanta: Vou pensar

No outro dia eu estava sozinho em casa, esperando ela chegar, bateu o horário certinho e ela não tinha chegado ainda, 10 minutos depois, ainda nada, estava chovendo, então sabia q ela poderia não vir, ou se viesse, estaria de tênis, por causa da chuva, quando deu 15 minutos ela me chama no portão, toda molhada pela chuva, rapidamente fui abrir, quando ela entrou, dei uma toalha para se secar, só depois de fui reparar na roupa, ela estava com uma leg, uma camiseta rosa e aquela melissa preta q eu amo, não estava acreditando q ela estava de melissa, e, por causa da chuva, os pés dela estavam bem branquinhos. Ela se secou e me deu a toalha, disse:

Vou guardar de recordação já que a última coisa q tu secou foram os teus pezinhos

Ela deu uma gargalhada irônica e me respondeu:

-Para garoto, vai pegar a toalha e guardar de trofeu?

-Vou mesmo, um belo trofeu

-Ah ta né, vai bater punheta pensando nos meus pés também é?

-Ja fiz isso pra falar a verdade

-Sério isso? Tu realmente gosta de pés?

– Gosto sim

– Prova então, beija meu pezinhos

Nisso ela se sentou no sofá e estendeu o pés pra frente, expondo toda aquela sozinha maravilhosa, bem clarinha, um pouquinho enrugada e com aquele aspecto de plastificada, não pensei 2 vezes, ajoelhei na frente dela, peguei aquele pezinho e comecei a beijar a solinha, era tão gostosa, tão macia, fiquei beijando e chupando aquela solinha por uns 15 minutos, foi aí q fui para os dedos, quando abocanhei o dedão, ela soltou um leve gemidinho, notei mas continuei, chupei cada dedinho individualmente, depois fiz o mesmo com o outro pé, eram tão gostosos, fiquei mais uns 20 minutos assim, então ela disse q tinha visto uma coisa chamada footjob quando pesquisou sobre o meu fetiche e que queria tentar, não deu outra, coloquei o pau pra fora que já estava totalmente ereto e senti ela encostando os pezinhos nele, colocou a ponta do dedão na cabecinha, depois foi subindo devagar, passando o restante de sola, ficou brincando com um pé só, depois subiu o pé e disse “dá um beijinho vai”, eu olhei pra aquela carinha de safada e comecei a beijar aquele pezinho, foi por alguns segundos só, então ela pegou meu pau com os dois pés e começou a fazer um footjob devagar. Foi tão bom, aquelas solinhas tão macias encostando no meu pau era divino, ela me masturbou com aqueles pezinhos por um bom tempo enquanto se masturbava também, nós dois estávamos gemendo muito.

Decidi dar um passo a frente, coloquei a mão na parte de dentro da coxa dela, pertinho da buceta e fui pra frente pra tirar a leg dela, nesse momento ela pôs o pé no meu peito e me empurrou para trás, dizendo:

– Não se esqueça que eu sou casada, por mais que eu queira esse baita pau dentro de mim, não podemos, tu só vai gozar nos meus pezinhos

Eu só concordei e deixei ela continuar, o footjob estava tão bom, durou mais uns minutos e eu avisei q iria gozar, nesse momento ela aumentou o ritmo, aqueles pezinhos estavam subindo e descendo muito rápido no meu pau, gozei em segundos, jatos e jatos por cima daqueles pezinhos tão maravilhosos, foi uma visão linda aqueles pezinhos com as solinha tão brancas e a minha porra bem branquinha escorrendo neles…

Nos limpamos, eu me vesti e ela foi embora, combinamos de não contar nada a ninguém e ela disse que poderíamos repetir a dose

É isso galera, peço desculpas pelo tamanho do texto, mas optei por deixar bem explicado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *