Lorraine casada dando no motel

Olá! Estou aqui novamente para narrar pra vocês mais um encontro que tive com a Lorraine, a casada deliciosa. Tudo que conto aqui é real e verdadeiro, tudo conforme acontecido. Quem leu meu conto anterior sabe quem é a Lorraine, uma mulher incrível e talentosa, uma dama super elegante na sociedade, mas uma puta insaciável entre quatro paredes. Já tivemos encontros deliciosos, e hoje vocês vão conhecer mais um deles. Depois de um tempo trocando mensagens e fotos bem safadas, eu já não estava mais suportando o tesão e a vontade de devorar aquela safada. Ela sabe como ninguém me enlouquecer e me deixar de pau duro com apenas algumas frases. E as fotos que ela me mandava estavam me enlouquecendo, suas poses e caras, sua bunda perfeita pedindo pica… então decidi que tinha que comer ela de novo. Marcamos à tarde num motel, o melhor da cidade… quando ela chegou pra entrar no carro meu coração já estava acelerado de ver aquela perfeição toda vindo em minha direção, os caras olhavam e se deliciavam com o que viam, mas foi no meu carro que ela entrou, e seguimos para o motel… pegamos a suíte Premium, com hidro, piscina e tudo mais.

Assim que entramos já agarrei aquele corpo delicioso cheio de curvas e bem definido, todo durinho e beijei muito sua boca sexy e gulosa. Enquanto a beijava com vontade, coloquei minha mão nas suas coxas lisas e fui subindo… até meter a mão na sua buceta e segurar forte, arrancando um gemido delicioso daquela safada. Ela estava com uma calcinha pequena, preta e de renda… e podia sentir o calor da buceta na minha mão enquanto ela ia ficando molhadinha de vontade. Lorraine também segurou no meu pau por cima da calça e começou a fazer movimentos, alisando ele que a esse ponto já estava quase explodindo. Nos jogamos na cama e demos mais uns amassos muito gostosos, chupei seus peitos… e ela pedia pra chupar forte, ela estava muito puta. Então ela parou e disse pra mim esperar um pouco, e se trancou no banheiro. Foram minutos de pura ansiedade e curiosidade… ela lá se arrumando pra ficar ainda mais vadia pra mim. Eu já estava quase louco quando a porta se abriu e eu pude ter aquela visão: a mais vadia das putas!!!

De meia arrastão e cinta-liga, salto, um vestidinho preto minúsculo transparente nas laterais onde exibia seu corpão e suas coxas bem malhadas. Uma maquiagem carregada, bem de piranha, um batom super vermelho e um olhar que pedia pra ser comida naquele momento. Fiquei sem ação por um instante, diante daquilo tudo… mas em seguida pulei da cama e agarrei a minha puta com toda sede do mundo. Ela me beijou forte me marcando de batom, aquilo me enlouqueceu… Tirei minha camisa enquanto a vadia abria minha calça e a tirava num só movimento. Depois ela me empurrou na cama, puxou minha cueca e agarrou meu pauzão todo melado, massageou ele bem gostoso pra deixar ele bem molhado e o engoliu de uma vez só. Dei um gemido quando senti aquela boca engolindo cada centímetro do meu cacete. Às vezes ela tirava minha rola da boca, olhava ela, adorava o tamanho, tocava uma punheta pra mim e chupava meu saco, colocando as bolas na boca; logo depois voltava a mamar meu cacetão com vontade. A medida que ela ia me chupando ia deixando meu pau todo vermelho de batom, era de enlouquecer eu olhando a Lorraine no espelho, aquela puta de quatro num boquete delicioso, engolindo minha pica com vontade. O tesão era tanto que eu precisava meter a rola na minha putinha, ela estava pedindo pra ser muito comida. Então joguei-a sobre a cama, fui tirando sua cinta-liga, sua meia, o vestido… até ela ficar completamente peladinha diante de mim, aquela buceta lisinha, toda depilada, aqueles peitos de bicos durinhos… não resisti e caí de boca. Chupei forte seus peitos, beijei seu corpo todo e fui descendo até chegar na melhor parte, aquela buceta lisinha toda molhada, pedindo meu cacete.

Chupei muito sua bucetinha que já estava até inchada de vontade de ganhar pau, abri seus lábios com as mãos e chupei e lambi muito seu grelo, fazendo ela gemer e gritar de tesão, até ela pedir pica. E ela pediu. Me come, me come… disse me olhando nos olhos. Parecia que o marido não a comia como ela merece ser comida, não tem coragem de realizar seus desejos. Mas eu fui obediente e entrei gostoso na sua buceta apertada e quente. Soquei muito gostoso nela, soquei forte. Não resisti àquela cara de puta, de vadia se deliciando no meu cacete e dei um tapa na sua cara. Ela gemeu gostoso e senti sua buceta jorrar e apertar meu pau ainda mais. Ela gostou e pediu mais, e eu dei mais uns tapas naquela gostosa safada e ela gritou como uma puta no cio, gritou muito enquanto eu a comia mais e mais. E pra acabar de me deixar mais maluco nela ainda, Lorraine me olhou e falou com a cara mais safada: me dá porra, quero sua porra. Aí não teve jeito, tirei minha vara toda melada da sua buceta e dei pra ela, ela abocanhou novamente, mamou, chupou, mordeu, passou a língua… até ganhar porra na boca, gozei muito dando gritos de prazer e tesão. Foi lindo ver ela com a boca cheia de porra.. depois foi escorrendo pelo seu queixo e caindo nos deus peitos… e ela sorriu, com a maior cara de safada.

Caí exausto na cama, suado e com o pau ainda pulsando… mas sabia que ela ainda não estava satisfeita. Como eu disse no conto anterior, a Lorraine adora ter o cuzinho preenchido por uma pica bem dura, ela diz que não tem nada melhor do que gozar com um pau no cu. Então fomos pra banheira, relaxarmos um pouco e voltamos pro segundo.

Ela foi primeiro e ficou lá me esperando com aquela bunda perfeita virada pra cima. Tirei até umas fotos daquela cena antes de colocar meu pau naquele rabo perfeito e sentir ele escorregando, deslizando no seu rego e entrar deliciosamente no seu cuzinho lisinho, todo depilado e apertadinho. Posso afirmar pra vocês que ela adora levar pau atrás, ela sabe rebolar com um pau no cu, sabe empinar a bunda e deixar o cacete entrar até o talo. Eu ficava olhando aquela bunda linda na minha frente e metendo gostoso enquanto ela rebolava e empinava o rabo pra mim. Até que gozei novamente, gozei dentro da sua bunda, bem lá no fundo, sentindo a porra jorrar dentro dela e vendo ela arrepiar de tesão, ganhando toda minha porra mais uma vez, foi maravilhoso. Lorraine é uma mulher de rara beleza e sensualidade. Gosta de sexo, sabe fazer bem feito, ela é capaz de satisfazer dois homens ao mesmo tempo e ainda rebolar gostoso. Aliás, essa é uma de nossas fantasias, fazer um ménage. Quem sabe um dia ainda acontece né?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *