Loucura na estrada

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Carlos sempre foi muito assanhado, sua atual namorada Vanessa sempre dizia que isso poderia lhes render alguma dor de cabeça um dia qualquer, porém o malandro não acreditava nisso.

Num belo dia, quando voltavam de uma festa, Carlos enquanto dirigia falou para Vanessa:

– Amor, sabe o que seria legal? Disse ele com aquele sorriso malicioso no rosto que ela bem conhecia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

– Hmmmm… Não! O que se passa nessa sua cabeça maluca, hein Sr. Carlos?!?!

– HAHAHAHAHAHA… Estava pensando que essa estrada não tem nenhum tipo de iluminação e sempre tive vontade de fazer uma loucura!

Vanessa já entendendo o recado e tão safada quanto Carlos já foi se adiantando e levantando sua saia, mostrando as coxas grossas para Carlos até exibir para seu homem sua calcinha pequena, de renda transparente vermelha, sob a luz do luar…

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

– Algo envolvendo isso?!?! Mostrando-se a Carlos.

– Exatamente isso meu amor, quero você me…

Antes que Carlos dissesse algo, Vanessa abriu seu zíper e começou a chupa-lo com o carro ainda em movimento!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Carlos era louco, mas sabia seus limites. Parou o carro no amplo acostamento em uma dessas BRs da vida, apagou TODOS os faróis, ficando somente sob a luz do luar com aquela beldade de sua namorada que  chupava seu pau com vontade, segurando com força para não deixa-lo escapar !

– Vem aqui… Disse Carlos a puxando para fora do carro!

– Amor, que é isso?!?!

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

– Você já vai entender…

Carlos a coloca de pernas abertas no capô de seu Astra preto, puxando a calcinha de sua safada para o lado chupando seu clitóris todo eriçado para fora, escorrendo de tesão, e começa a chupar sua namorada enquanto ela pira de tesão, gemendo, respiração forte puxando Carlos contra sua buceta .

Carlos a puxa pelos cabelos fazendo-a descer do capô e a bota de joelhos para chupar seu pau novamente, deixando-o todo babado, lambendo suas bolas, enquanto ele a segura pelos cabelos …

– Me chupa sua vadia safada, mostra como você chupa seu macho… seja minha vadia !

– Hmmmmm… Que rola deliciosa meu macho, me faz de sua putinha, sua cadelinha safada, faz… Pedia Vanessa!

Ele a vira de costas pra ele, a coloca contra a lateral do carro e soca a rola de uma vez na buceta de Vanessa que grita de tesão e dor ao mesmo tempo, sua pele se arrepia a cada estocada, rápida e forte que lhe é investida .

Carlos sente a necessidade de encher a buceta de sua fêmea de porra, segurando-a pelos cabelos, batendo no seu delicioso rabo branco como a luz do luar, mas ele ainda queria mais…

Ele tira sua rola da buceta de Vanessa e ela, entendendo a demora para ser preenchida novamente, arrebita a bunda e abre as ancas para que seu macho lhe foda o rabo.

Carlos vendo que se fez entender passa saliva na cabeça e na extremidade do seu pau e mais no cu de sua deliciosa safada e coloca centímetro a centímetro a rola em seu cuzinho apertado e delicioso… Vanessa se masturba enquanto seu macho vai bombando em seu cuzinho, e ensopada de tesão começa a se contrair sentindo os espasmos que se aproximam e goza desenfreadamente enquanto Carlos a segura pela cintura e continua metendo firme e rapidamente no seu rabo!

Vanessa tem orgasmos múltiplos e Carlos vendo-a se derreter em seus braços e em sua rola enche o rabo de sua namorada de porra, fica todo arrepiado no mesmo instante que Vanessa goza pela terceira vez consecutiva!

Carlos ainda sente alguns espasmos quando ao longe observa um carro vindo de faróis baixos. Rapidamente levanta as calças enquanto Vanessa arruma sua calcinha e se recompõe… O forasteiro chegando perto lhes pergunta:

– Tão perdidos?

– Não senhor, estávamos trocando o pneu do carro, mas agora seguiremos viagem! Obrigado pela atenção.

– Disponham amigos, pensei que vocês eram algum tipo de tarados que estavam aprontando por ai! HAHAHAHAHAHAHA

E foi-se o homem misterioso, desaparecendo na estrada escura agora iluminada pelos faróis do carro de Carlos!

Os dois se olhavam com olhos de cumplicidade e de satisfação pela arte aprontada e com sorriso nos lábios pelo prazer lhes proporcionado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *