Minha ex que gostou de fuder

Minha ex que gostou de fuder

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Olá, este é meu primeiro conto e prefiro não revelar meu nome (por enquanto). Tenho 20 anos, sou moreno, 1 metro e 70, magro, corpo bem definido, inteligente, engraçado, tenho 21cm. Solteiro atualmente. Moro em São Mateus, Espírito Santo.

Vou uma historia que aconteceu comigo e minha ex namorada a uns 3 anos atrás, tivemos várias fodas, mas essa foi talvez “a melhor de todas”. Ela é uma morena menor do que eu, linda, tem uma bunda e peitos duros que eu amava pegar, uma bunda redondinha que era uma delícia, era sempre limpa, depilada e cheirosa. Sempre.

Bom, vamos la. Nesse dia, ela tinha me convidado pra ir num aniversario com ela e os dois irmãos mais novos dela, e eu fui pra acompanhar ela.

Não ficamos nem 30 minutos de tão sem graça que tava e ela disse que estava com dor de cabeça e queria ir embora, então nos fomos embora e os irmãos dela vieram atrás.

Mas ai quando chegou na minha rua eles foram para a casa deles e eu e minha ex fomos pra minha casa (detalhe que eu estava sozinho em casa nesse dia).

Chegamos, entramos, fomos pra sala, peguei um remédio pra ela, ela tomou. Ela sentou no sofá, e eu deitei no sofá com a cabeça no colo dela.

(Fiz isso porque eu sabia que ela iria começar a conversar). Dito e feito, começou a falar e falar… E eu ouvindo e respondendo e tal, ate que teve uma hora que ela parou de falar e eu olhando pra ela, devagar coloquei a mão atrás do pescoço dela (eu ainda deitado no colo dela) e trouxe a boca dela pra perto da minha e começamos a nos beijar.

(Ela sempre beijou bem, e era um beijo muito gostoso o dela, bem excitante).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Fomos nos beijando, eu levantei, fiquei sentado do lado dela e ainda beijando, e claro, mãos nos peitos dela e ela acariciando meu pau, ate que eu fiquei de pé e ela também, e então eu peguei ela no colo e levei ela pro meu quarto.

Cheguei la, fiquei em pé na frente dela, ainda beijando, ela colocou as mãos nos meus ombros e me empurrou na direção da cama, eu cai deitado na cama de barriga pra cima, e ela veio se encaixando perfeitamente em cima de mim, e veio rebolando a safada.

Beleza. E fomos nos beijando e minhas mãos na bunda dela, pegando com vontade, apertando, passava a mão por cima e por dentro da calcinha dela, acariciava a buceta dela, já estava toda molhada, mexia nos peitos dela, ah eu amava os peitos dela…

E ela me beijando loucamente e com uma mão dentro da minha calça já tirando meu pau pra fora… Ai meu leitor… Ela já tinha tirado a calcinha preta dela, não sei como, mas já tinha tirado, e eu nem percebi. Ela tinha já aberto minha calça jeans, abaixou minha cueca box, olhou pro meu pau e ela sempre dizia assim:

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

– Nossa, muito grande. Mas eu amo.

Ai ela já veio por cima e foi encaixando a buceta apertada dela cavalgando bem devagar (sem camisinha pra ficar mais gostoso), e ai ela só foi indo mais rápido e mais gostoso e eu as segurava no quadril dela e começa a socar dentro dela e ela gemia tão gostoso que me dava vontade de gozar, e então eu deixei ela cavalgar em cima de mim por bastante tempo, e ela ofegava de tanto prazer, ela suava e a buceta dela já tinha me molhado todo e eu segurava a bunda dela com força e ela me beijava e mordia meus lábios e me pedia pra foder ela e eu fazia e ela gemia cada vez mais, ate que eu tirei o pau pra fora e gozei ali, abraçando ela e urrando de prazer…

Ela ficou ali me abraçando e respirando ofegantemente por uns dois minutos junto comigo, e então ela levantou devagar me olhando nos olhos, me deu um beijo delicioso e bem lento, e falou: – Caraca, hoje foi sensacional. Foi demais…

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

E ficou mais um tempo em cima de mim, eu acariciava o cabelo dela (ate porque eu sempre fui carinhoso sempre, porem violento nessas horas), ai nos beijamos mais um pouco, colocamos nossa roupa, nos beijamos mais, e eu já estava duro de novo, e ela disse:

– Porra, calma ai que eu não sou uma máquina.

Nos rimos, nos beijamos mais, levei ela em casa e quando eu voltei e cheguei em casa já tinha uma mensagem dela dizendo

“amei fazer sexo com você hoje, não sei se eu estava precisando ou o que foi, mas foi demais, te amo meu amor, se prepara que eu quero mais”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *