Mulher experiente

Mulher experiente

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Bom dia Leitores.

Sou um leitor assíduo de contos a alguns anos, e tenho fantasias e o desejo de satisfação em alta a um bom tempo, provavelmente pelo fato de ter 29 anos e solteiro.

Me apresentando oficialmente, tenho 29 anos, solteiro moro em Curitiba, e tenho várias situações que foram bem prazerosas, tudo que vou contar aqui é 100% real, mas já adianto que poucas situações acabaram com penetração, não deixando de ser extremamente gostoso e prazeroso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Desculpa a longa apresentação mas gosto da conversa, da história, da pegação sem se comprometer as vezes mas com algum sentimento por trás de cada beijo e pegada. Demorei muito tempo para começar a liberar este meu lado, fui perder minha virgindade com 24 anos(outra historia) mas antes já tive algumas pegações, chupadas, mas sem penetração.

Não ligo para idade, gosto de meninas da minha idade, ou um pouco mais novas, como também admiro e gosto muito das mais experientes.

Sempre tive cadastro em tinder, badoo e hoje apenas utilizo o happn que busca as mulheres que estão próximas a mim.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

O começo de tudo se deu lá em 2011 com 22 anos, ainda cursava faculdade( em outra cidade e morava sozinho, o que facilitava para questão de liberdade), e para passar o tempo frequentava muito os bate papo da internet. Numa dessas entradas conheci uma mulher(mesmo tendo uma péssima memória) lembro que se chamava Ângela. Solteira, 38 anos, separada e morava a 5 quadras de minha casa. Era professora e trabalhava todo dia até 10 da noite em uma escola próxima. Conversamos pelo batepapo um pouco, fomos para webcam e vi que se tratava de uma mulher bonita, gordinha, educada e muito agradável.

Com dois dias de conversa perguntei o que ela procurava pelo bate papo, e ela respondeu que amizade e me perguntou o que procurava. Respondi que procurava uma mulher com uma boa conversa, e que no momento queria beijar e aproveitar muito. Nessa resposta ela se interessou muito e disse que poderíamos marcar algo.

Por questão minha de timidez sugeri se poderia visitar em sua casa, e ela aceitou. Combinamos para o mesmo dia a hora que ela voltasse do trabalha lá pelas 10 horas. Como virgem que era estava bem nervoso mas ansioso. Quando ela chegou em casa me mandou mensagem dizendo que era pra esperar que ia tomar um banho para me receber. Com minha ansiedade e nervos a flor da pele disse que não precisava e me mandei para sua casa.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Ao chegar na sua casa, pequena com dois cômodas, sala com cozinha, e quarto ao lado, começamos a conversar no sofá da sala. Eu estava tremendo levemente e ela percebeu meu nervosismo e perguntou se estava tudo bem. Respondi que sim mas nervoso e com muita vontade de beijar, nessa ela me puxa e me dá um longo e gostoso beijo de língua. E fui me soltando e começamos uma pegação intensa e massageando seus grandes e macios seios e ela começa a passar a mão por cima da minha calça e vai se soltando cada vez mais.

Devido a esse primeiro toque meu pênis começa a endurecer e chegando a forma total endurecida de 18 cm(acho normal, mas quem sai comigo diz que é grande e um pouco mais grosso que o normal)

Então vendo que a pegação pegava fogo e eu estava chupando seus seios no sofá, ela se levanta e me leva para o seu quarto, sendo a primeira vez que deitaria com uma mulher em uma cama.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Nessa continuamos os beijo e eu tiro toda a sua roupa, a deixando apenas de calcinha, como resposta ela me tira tudo e deixando em evidência o meu mastro enrijecido e quase a ponto de gozar. Mas ao ser revelada minha nudez fiquei com vergonha e não muito afim de continuar( pois sentia que não era o momento que gostaria de perder minha virgindade). Ela subiu em mim e perguntou se eu era virgem, respondi que sim. Nessa ela pegou meu pau e colocou na entrada de sua bucetinha apertada e quente, encaixando e entrando a cabeçinha.

E perguntou se eu queria continuar, como estávamos sem camisinha e eu estava quase a ponto de gozar disse que não queria penetrar, logo era tirou meu pau e se abaixou e disse pra eu confiar nela que ela ia fazer apenas o que eu quisesse e que ia me tratar bem.

Ela com toda sua simpatia e tranquilidade em tratar com o nervosismo e amadorismo de um virgem, começou uma punheta maravilhosa com seus grandes seios, intercalado com beijos na cabeça do meu pau e passadas de língua.

Para não gozar tão cedo parei a espanhola deliciosa que recebia, e me virei, a deitei e comecei sem jeito a chupar sua bucetinha, porem com toda minha inexperiência(e fascinio por ter uma buceta pela primeira vez na minha frente) fui chupando e intercalando com a penetração de alguns dedos, me empolgando e acelerando muitas vezes provocando grandes gemidos na minha primeira parceira. Depois de um bom tempo mesmo sem nunca ter feito isso antes ( e ter sido muito elogiado por ela e por todas as minhas parceiras sobre minha habilidade em chupar e fazer gozar uma mulher) ela começou a gemer e fechar as pernas em meu rosto e começou um intenso e longo orgasmo.

Depois de ela recomposta, ficamos abraçados pelado na cama e ela perguntou se eu queria penetrar ela, disse que não gostaria e não estava a vontade, nessa ela disse para eu confiar, e se abaixou e começou a chupar meu pau que estava meio mole, mas sugando de tal forma que rapidamente endureceu. Com menos de 1 minuto avisei que ia gozar, ela afasta a boca, continua me punhetando até chegar ao momento de erupção, onde minha primeira gozada realizada por uma mulher suja boa parte do seu rosto e derramando em minha barriga e cama.

Levemente envergonhado depois de saciar meu desejo de gozar, ela se levanta busca uma toalha e me limpa enquanto continuo deitado.

Conversamos mais um pouco, os dois mesmo sem penetrar saciados pela troca de carícias e sexo orais muito bem realizados, me vesti e lá pelas 2 da manhã e fui caminhando para casa.

Foi uma noite maravilhosa, estava nervoso mas foi extremamente prazeroso e proveitoso. Como era fim do semestre não consegui mais me encontrar com ela, mas conversamos por um tempo e depois nunca mais nos falamos.

Peço desculpa pela forma que escrevi, aceito dicas e sugestões para como devo prosseguir na narrativa das minhas consequentes aventuras sexuais (tenho bastante história, duas em um ônibus, no carro, algumas na casa de algumas mulheres que conheci no badoo, e mulheres que abordei na rua, todas das mais variadas idades)

Adoraria o feedback de vocês pacientes leitores, e quem quiser deixar e-mail e celular, eu respondo para tirar dúvidas e antecipar algumas dessas histórias.

Se você é de Curitiba mande uma mensagem, podemos ser bons amigos e compartilhar nossas historias.

Muito Obrigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *