O dia que transei com meu primo

Olá, hoje venho aqui relatar uma história que aconteceu comigo recentemente, espero que gostem.

Eu sou morena, com cabelos ondulados, um pouco acima do peso, alta, com uma bela bunda, um sorriso maravilhoso. Sinceramente, eu amo muito meu sorriso. Atualmente tenho 19 anos e estudo enfermagem.

Bom, infelizmente eu tive uma perda de um parente muito querido e todos ficaram abalados, triste e meu primo que é mais velho que eu estava triste demais, ele foi criado por esse parente, convivia na mesma casa.

Eu sempre tive uma paixão por ele desde pequena, aquele corpo me chamava atenção, era um moreno alto com um sorriso encantador e tinha algumas tatuagens espalhadas pelo corpo no que lhe dava mais um charme.

Eu então disse que iria ficar uns dias com ele, que ajudaria no que fosse necessário e naquela casa apenas tinha dois quartos, um dele e outro do nosso parente que eu não tive coragem de entrar. Resumindo, acabei dormindo ao lado do meu primo.

Eu sempre costumei dormir de calcinha e camisa larga, porém, não tinha nenhuma camisa larga além das camisas do meu primo e eu estava com vergonha de ficar de calcinha, porém, ele disse que eu poderia ficar e pegar uma camisa dela, que ele não tinha frescura.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Fiquei feliz e logo fiz isso, tirei meu vestido no que deixou minha bunda bem de frente para seu rosto e me curvei para pegar a camisa que por sorte minha era na última gaveta do guarda-roupa, fazendo com que minha calcinha preta ficasse dentro do meu rabo.

Na hora eu pedi desculpas e acabei colocando a camisa, estava sem jeito e ele estava um pouco nervoso, naquele momento tínhamos esquecido o luto e ficamos deitados na cama, assistindo qualquer coisa que estivesse passando para amenizar aquele clima.

Acabei ficando com sono e adormeci ao lado dele, felizmente sou inquieta na cama e acabei virando de lado, deixando minha bunda enorme roçando no braço dele, não demorou muito para sentir aquelas mãos grandes alisando minha bunda, que mãos gostosas!

Ele sabia como tocar na minha bunda, ele não mostrava medo se eu acordasse, ele levantou um pouco minha camisa e ficou de lado, roçando bem gostoso aquele pau grosso na minha bunda, me fazendo ir à loucuras por ele. Eu queria ali me entregar, mas queria saber até onde ele ia e acabei ficando em silêncio, fingindo que estava dormindo e acabei me surpreendendo, ele segurou em meus peitos e apertou, apertou tão gostoso que eu não aguentei, acabei soltando um gemido baixo e ele me virou, me deixando de frente para ele e sem falar nada, acabou me beijando e eu correspondi.

Ele beijava tão bem, ia tirando minha camisa com uma vontade enorme, brincava com meus peitos, algumas vezes brincava com minha bucetinha com os dedos e com a boca, ele me chupava muito gostoso, me fazia gritar alto, me fez gozar na boca dele e assim que gozei ele não esperou mais, tirou sua cueca e sem algum aviso prévio, enfiou de vez aquele pau grosso na minha buceta e soltou um gemido baixinho no meu ouvido com um sussurrado: Sempre fui louco por você, priminha!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *