O doido do Mc Donalds

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Me recordo eu um dia sendo chamada por um amigo (eu já fiquei com ele algumas vezes) em seu apartamento, que havia um cara (moreno, 1,60, magro 45 anos) gritando bebado ou drogado só de sunga na rua e que como muitos sabem aproveitei pra dar uma espiadinha com mais detalhes no volume da sunga. Enfim, passado um tempo eu mais esse amigo com sua prima em um restaurante jantando, esse meu amigo aproveitou pra chamar um cara que na hora eu não sabia e nem me tocava quem era pois ele estava com um uniforme da loja dos Mc Donalds e esse meu amigo que gostava de fumar pediu pra ele trazer um da onde ele morava. A prima dele também gostava e eu não posso também negar.
Fomos os 3 a noite pra uma balada e na volta paramos as 4 da manha pra comer um podrão e esse cara do Mc Donalds estava conversando com meu amigo que fui apresentada e naquele dia tambem acabei sabendo que ele era o doido que gritava no outro dia na rua. Passado uns 2 meses esse meu amigo me pediu pra ajudar com a mudança pois ele teria que devolver o apartamento e a noite iriamos pra uma show ao vivo.
Chegando no show o meu amigo com sua prima ligou pro cara do Mc Donalds pra trazer algo pra eles e não demorou muito ele apareceu e acabou entrando um pouco no show e depois sumiu. Na volta reencontramos eles perto da barraca do podrão ao qual ele estava com mais um casal e meu amigo acabou chamando eles pra fumar no apartamento que seria entregue. Já no apartamento meu amigo ja foi dormir a prima dele e eu ficamos fazendo sala com eles acompanhando de algumas cervejas ate amanhecer conversando e falando de tudo.
Depois de um tempo o casal resolveu de ir em bora e o cara do Mc Donalds a essa hora ja tava doidinho de tanto fumar e não parava de me azarar e a prima do meu amigo que já estava de saco cheio dele, pois ele tava bêbado. Pra mim encarei de boa. Quando a prima do meu amigo foi dormir ele e eu continuamos a conversa e eu a essa hora doida pra transar, só que eu não queria facilitar as coisas e que eles também não soubessem.
O fim da festa era nos dois no quarto de empregada ele sem camisa com uma short sem cueca e eu sem calcinha e de saia curta com uma camiseta. Falo a vocês que tudo que eu mais queria era ta dando pra ele mais me segurei ao máximo e ele sempre espiando minha buceta discretamente. Teve uma hora que fui ver como meu amigo estava dormindo em um colchão e do nada acabei pegando no sono junto com ele deixando sozinho o doido. La pela 2 da tarde meu amigo me acordou dizendo que sua prima ja havia ido em bora e que ele teria que ir pro trabalho e depois pro novo apartamento me deixando ondem de deixar as chaves na portaria pois no outro dia os caras da mudança iriam pegar as caixas. Voltei a dormir e pouco tempo depois acordei com um barulho na sala e achando que meu amigo havia retornado eu de peitos de fora e só de ceia me deparo surpresa com o doido se arrumando pra ir em bora e quando me vê arregalou os olhos nos meus peitos com aquela cara de tarado.
Voltei pro quarto e liguei só pra confirmar com meu amigo pra saber dele e como ele havia me dito não retornaria. Retornei a sala e o doido tava fumando um e tomando umas das ultimas cervejas que sobrou. Nessa hora estalou na minha cabeça que eu daria pra ele, então chamei ele pro quarto pois la havia ar condicionado ligado e um colchão, como eu ja estava de peitos de fora resolvi tira a saia e coloquei minha calcinha de renda branca que dava pra ver meus pelinhos por cima, depois de alguns tapas no cigarro ele começou a se chegar mais perto de mim e nisso apertou minha coxas e eu reparo no baita volume que estava de baixo da calca jeans então eu peço pra tirar pra ficar mais a vontade e quando ele tira já notei a ponta do pau pelo short querendo sair, pois ele estava mesmo sem cueca.
O safado já sabendo o que iria rolar aproveitou e por baixo do short colocou aquele pau com a cabeçona melada pra fora (25cm) e apos eu dar uma tragada no cigarro aproveitei e soltei a fumaça em sua direção e senti aquele cheiro forte de porra que me deixa louca do qual não pensei duas vezes e cai de boca atolando em minha garganta o deixando sem reação. Fiquei um bom tempo o chupando em quanto ele timidamente ia passando a mão na minha bunda e seios. Pedi pra ele não gozar e ir tomar um banho, ele pulou numa alegria e foi direto ao chuveiro.
Aproveitei e peguei em uma das caixas com algumas roupas intimas minhas que meu amigo havia guardado, coloquei uma meia calça com cinta liga e uma calcinha fio dental vermelha com um salto alto preto, na mesma hora que eu acabava de me vestir ele entrou no quarto com aquela rola enorme dura apontada pro lado e ja cheio de mãos querendo me pegar, coloquei ele sentado no colchão e eu em pé puxando a calcinha de lado coloquei ele pra me chupar e nossa que homem bom pra chupar assim, minhas pernas ficaram bambas e toda molhada de tanto gozar e pra não gritar eu respirava com força ate que ele não só me fodia com a língua e dedos como atolava a cara no meu cu que me descontrolava toda e eu ali ja pedia pra ele me comer, então ele se levanta e me abracando por trás me enterra bem devagar aquele pau todo na minha buceta até o fundo que me faz gritar um porra bem grande e nessa mesma hora eu peço pra ele tirar pois ele havia esquecido a camisinha, ele falou que não tinha então peguei uma que sempre levo na minha bolsa e ao colocar nele ficou muito apertado, ja o coloquei sentado na cama e de frente montei em cima dele o fazendo me chupar os peitos em quanto eu rebolava e cavalgava gozando com cada centímetro dele batendo dentro de mim como nunca. Ele apesar de não ter um bom físico, metia e rebolava muito bem dentro de mim. Quando ele ia gozar ele me pediu pra parar e me colocou de 4 e voltou a me chupar e a me fuder com os dedos me deixando gritar aos berros com o travesseiro na cara. Foi ai que puxei ele e fizemos um 69 com ele me fodendo com força a minha boca. Voltei a ficar de 4 com as mãos dele apertando os meus peitos e dando aquela beliscada gostosa no bico que me deixa com mais tesão e ele por cima socou com tanta força a minha buceta que a cada vez que ele tirava era puro orgasmo pra mim e na hora que ele falou que ia gozar eu me virei e sem cuidado rasgando a camisinha fiz ele gozar aquela porra branca e pastosa na minha cara e peitos o fazendo gritar de prazer como uma fera. Logo em seguida voltamos a dormir e a noite ele me acorda enfiando seu pau duro na minha boca me forcando a fazer um boquete puxando o meu cabelo e melando o corpo todo com aquela cabeçona de pau vermelha de inchada, fiquei um bom tempo se deliciando com cada centímetro da cabeça ao saco. Fui e fiquei de 4 com a bunda bem empinada pra cima ele veio enfiando a cara não só na minha buceta como me fudendo e me alargando toda com seus dedos dentro de mim. Nossa eu não parava de gozar ao ponto de eu ficar em pé e ele me lambendo e secando toda com sua língua e me socando fortemente os 4 dedos no meu cu e quando me vi eu já estava escorada com as mãos na parede e ele me comendo com toda força bem do jeito que me leva a loucura. De tempo em tempo eu tirava de dentro de mim pra chupa-lo e secá-lo pra voltar sequinho dentro de mim com força ao ponto de eu deitar de cansada na cama com ele ainda metendo sem parar até que na hora de ele gozar ele tira e goza duto dentro da minha boca me forçando a engolir tudo sem perder uma gota. Apos eu tomar um banho e percebendo que ele não daria mais uma, resolvemos ir em bora e pedindo pra ele guardar segredo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *