Passeio com a esposa mulata gostosa

Meus amigos, tenho há algum tempo conduzido minha esposa a ficar mais à vontade, e ousar um pouco mais nas vestimentas. Essas ousadias incluem mini-saias e vestidos bem curtos, de modo que toda parada no posto de combustível é uma alergia.

Contei no conto anterior como iniciei ela na exibição, e hoje em dia ela aceita com uma carinha de danadinha sempre que aviso que o tanque do carro está na reserva.

Ela é mulata do quadril largo e cintura fina. Bunda grande e coxas grossas.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Gostamos de dar uns passeios noturnos por nossa cidade com o intuito de fazer umas brincadeiras na rua, e o posto de gasolina é sagrado. Já conhecem todas as calcinhas dela.

Outro dia fomos passear na praia, e qual foi minha estratégia. Peguei uma calça leg de academia que ela tem e rasguei aquela parte parecida com uma saia que cobre o bumbum. Chamei ela para dar um passeio e como tenho feito ultimamente, eu que escolho as saias e as calcinhas, e assim fiz. Coloquei na cama uma calcinha amarela e a mini-saia improvisada da calça. No começo pensei que ficou muito curta mas estava decidido a pagar pra ter certeza.

Quando ela viu aquela peça caiu na gargalhada e perguntou se eu teria coragem de mandar ela daquele jeito. Eu perguntei se ela quem teria, e ela nem respondeu, apenas vestiu. Se olhou no espelho e perguntou se eu já tinha decidido pra onde iríamos, falei que na praia, dar uma volta.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Chegamos na praia e ela logo foi percebida pelos turistas e estrangeiros que são loucos pelas mulatas brasileiras. Falei que ela estava linda e ela disse que a saia estava mito curta e chamava muito atenção. Pediu para sairmos do calçadão e ir caminhar na faixa de areia, pois é mais afastada, percebi que ela ficaria mais a vontade, e só assim eu conseguiria exibir mais.

Fomos para a faixa de areia e caminhamos, eu sempre levantando um pouco mais a saia pra deixar a poupinha da bunda aparecendo. Num certo momento levantei tudo e a bunda dela ficou toda exposta, com a calcinha fio dental atolada no rabo enorme dela. Fui andando um pouquinho mais atrás só para ter uma visão melhor. Daquela maneira meu pau estourava na bermuda. Quando chegamos numa parte do calçadão mais calma e escura, pedi para ela subir as escadarias e ir ao calçadão daquele jeito mesmo. Lá em cima tinha uns gringos. Ela me olhou com medo mais foi subindo.

Saquei o celular, liguei o flash pra chamar atenção e bati algumas fotos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Que maravilha aquela visão. Quando ela chegou lá em cima tinha um velho mesmo perto da saída da escadaria, ela se apressou para baixar a saia, mas não teve jeito, ele viu as fotos e a bunda dela toda.

Saímos em direção a saída da praia que é uma ladeira muito ingrime. Mandei ela ir na frente e sem colocar a mão na saia.

Ela foi subindo e eu atrás, mas eu ia segurando o passo para deixar ela subir e quem estava atrás via toda bunda dela, pois a saia era muito curta. Na verdade não era uma saia era a cobertura da calça da academia.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Ela reclamou um pouco, disse que sentia o vendo passando por tudo e que estava se sentindo nua. Eu disse que não estava mostrando nada, apenas a parte de trás das coxas e que era apenas falta de costume. Passei a caminhar engatado nela por trás e sentindo o rabo me encaixando pra dentro e lá mesmo gozei. Fui andando agarradinho nela até o carro, quando tirei a bermuda e a cueca pra poder me recompor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *