Tímida submissa

Tímida submissa

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Olá pessoal. Faz um tempinho que não escrevo nada aqui e nessa pandemia fiquei lembrando de histórias e aventuras que vivi e resolvi escrever mais uma.

Não farei nenhuma descrição minha pois, além de não importar tanto, já fiz isso nos contos anteriores. Quem tiver curiosidade convido para ler meus contos anteriore, a maioria com bastante adrenalina.

Essa história aconteceu há uns 6 anos. É real e aconteceu comigo e com Marcia. Não tem nada muito diferente, com adrenalina, como várias outras histórias que contei. Mas foi uma ótima experiência.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Descrevendo Marcia: 29 anos, 1,72, magrinha, peitos médios para pequenos, bunda normal, bucetinha pequena e com uma faixinha de pelos bem aparados, muito tímida e, o que descobri depois, bem submissa, que entre 4 paredes deixa fazer o que quiser e se solta. Morava no interior, próximo aos meus pais.

Conheci Marcia há uns 15 anos em um encontro de formandos da minha mãe. Ela era bem novinha, 20 anos e uma delicinha. Não chegamos a falar muito, mas tivemos algum contato, conversando um pouco e tal. Adicionamos nas redes sociais, acho que orkut ainda rs. O tempo foi passando e nunca mais falamos. Até que em algum momento me adicionou no facebook. Mais alguns anos com pouquíssimo contato. Até que em algum momento, depois de uns 9 anos que nos conhecemos, começamos a conversar pelo messenger do face… no começo conversinha bobas, apenas nos conhecendo e tal. Ela é muito bonita e sempre a elogiava. Ela tinha tido um filho há alguns anos mas estava muito inteira. Não tinha casado e ainda morava com os pais.

Nunca gostei de mentir e elogiar algo sem realmente achar. Se não acho bonita, prefiro não falar. Mas ela era muito bonita e tinha um corpo bonito também. Sempre que a elogiava eu percebia que ela ficava muito tímida. Agradecia, com certeza gostava, mas era muito quietinha. Não ficávamos falando coisas mais quentes pois ela não dava abertura.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Em algum momento, com meus elogios, ela me enviou algumas fotos dela. Fotos normais, lindas. Começou a enviar outras fotos um pouco mais sensuais, de biquini. Comecei a ficar com muito tesão e sem acreditar que aquela menina tímida estava se soltando. Continuei com os elogios, já com bastante tesão. Isso durou muito dias. O papo era muito bom. Falava que adorava as fotos e ela começou a me enviar algumas de babydoll, de calcinha e suatiã… comecei a ficar maluco de tesão… mas não falávamos nenhuma putaria. Senti que ela estava curtindo muito me ver com tesão.

Até que um dia combinamos de nos encontrar. Fui para o interior e, na hora marcada, fui ao seu encontro. Ela entrou no carro de calça, talvez por saber que eu adoro saia e iria ataca-la se estivesse de saia. Ficamos parados em frente ao seu prédio conversando. Após breve conversa começamos um beijo quente, intenso, com vontade, tesão…. mãos passando por todo o corpo. Ela gemia baixinho… logo disse para irmos para um lugar mais tranquilo e ela topou sem reclamar.

Entramos no motel e sentia ela com muito tesão… comecei a tirar sua roupa, sua blusa e calça… ficou apenas de calcinha e sutiã… beijei seu corpo inteiro, ela só gemia baixinho. Deixava eu fazer o que eu queria… virei ela de costas, beijei suas costas, sua bunda… neste momento eu já estava apenas de cueca… tirei seu sutiã e chupei seus peitos com muita calma… ela gemia muito… já quase gritava… e eu gostando cada vez mais de seu jeitinho tímida mas quente… arranquei sua calcinha e comecei a chupa-la. Nossa, ela não parava de gritar… pareceia estar sem sexo há muito tempo, pois gritava demais… gemia… continuei chupando com calma, alternando a intensidade até sentir ela se contraindo e gritando, em um orgasmo que me deixou ainda com mais tesão…

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Puxei ela pela mão e a coloquei de joelhos para que me chupasse. Ela apenas obedecia sem dizer nada, apenas com cara de tesão. Me chupou um pouco mas eu logo pedi para que parasse, pois não queria gozar ainda.

Coloquei ela sentada em uma cadeira erótica. Quem nunca usou não sabe o que está perdendo. Nesta cadeira ela coloca os pés como se fosse em uma consulta ginecológica acho, deixando ela totalmente exposta. Eu em pé em sua frente, roçando meu pau em sua bucetinha linda… ela gemia…. sorria, quase chorava… tesão muito grande…

Eu: Está gostando?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

M: Muito…

Eu: Quer sentir meu pau?

M: Quero muito! Enfia em mim!!

Enquanto eu esfregava meu pau em sua buceta molhada eu chupava seus peitos e beijava sua boca. Era uma delícia.

M: Por favor, mete logo… não aguento mais… quero seu pau!

Enfiei a cabecinha e fiquei enfiando e tirando, ela gemia, ria… até que enfiei tudo, de uma vez, até o fundo e segurei… ela me abraçou e deu um grito…. gemendo…. como ela estava muito lubrificada, entrou relativamente fácil, apesar de bem apertada.

M: Que delícia de pau… não via a hora de te-lo dentro de mim… mete!!

Comecei em um ritmo mais rápido.. ela gemia… comecei a socar mais fote… perguntando se ela estava gostando..

Eu: Gostou do meu pau?

M: Delicioso… vou ficar vicidada nela… muito grosso… delícia… mete….

Ficamos assim por uns 10 minutos… depois coloquei ela de 4… meti forte de novo… dando tapas na bunda dela.. ela gemia, gritava… com certeza outros quartos do lado do nosso estava escutando, pois a gritaria estava muito alta… gemendo… pedindo mais…. muito tesão! Mais uns 10 minutos assim, com ela de 4… enquanto socava meu pau, comecei a brincar com seu cuzinho… para minha surpresa, ela não disse nada, não reclamou…

Voltei ela para a cadeira erótica… abri um KY e ela já percebeu minha intenção… ela não disse nada… passe no meu pau e em seu cuzinho… ela gemia… coloquei a cabecinha, com muita paciência, sem nenhuma pressa… ela estava com uma expressão séria, mas com tesão… como ela não reclamou, tentei colocar mais um pouco mas não entrava… até que escapou… achei que estava machucando e resolvi voltar para a buceta deliciosa, quando ela me surpreendeu:

M: Tenta de novo. Passa mais KY e tenta.

Eu: Vc quer?

M: Quero…

Passei mais lubrificante e coloquei de novo. Dessa vez foi entrando …. eu no vai e vem de leve, com paciência… até que coloquei tudo… dei um beijo em sua boca…

Eu: Vc gosta de dar a bundinha é?

M: Gosto. Adoro!

Eu: Que bom saber! Vou comer muito sua bunda!

M: Pode comer… eu adoro… come sua puta….

Eu: Você é minha puta?

M: A partir de agora sim… que pau delicioso… come minha bunda…

Comecei a aumentar o ritmo e socar forte… ela gemia alto… gritava…

M: Mete.. mete.. come minha bunda… gostoso… pau gostoso…

M: Vou gozar logo, não vou aguentar….

Eu: Onde posso gozar?

M: Onde vc quiser… vou gozar logo… que delícia…. continua…não para!!

Eu: Vou gozar no seu corto todo… peitos, rosto…

M: Pode gozar…. to gozaaaaannnndoooooo…. aaaaaaiiiiiiiii delíííícia…. pqp….

Puxei ela rápido e a coloquei deitada na cama, eu em pé ao seu lado… tirei a camisinha e comecei a gozar… peitos, gosto, boca…. ficou toda suja de porra… foi delicioso….

Deitamos um pouco e descansamos… curtindo aquele momento pós gozada… tomamos um banho, nos arrumamos e fomos embora…

Foi uma experiência inexperada e tiveram algumas repetições, mas nada muito diferente de muito sexo quente!

Espero que não tenha ficado muito longo e que tenham gostado.

Até a próxima.

Eduardo

[email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *