Transando com o pai da amiga

Transando com o pai da amiga

Olá pessoal, sou a Jay, tenho 23 anos, tenho 1,70 de altura, branquinha, cabelos pretos, bumbum e peitos médios…

Tenho uma amiga de infância que fiquei sem contato com ela por um tempo mas voltei a ter contato com ela a umas semanas atras. Dayana é seu nome, tem minha idade, é de pele morena, cabelo pranchado, de corpo é parecida comigo mas tem mais peito.

Ela tem frequentado muito minha casa, e estamos sempre indo pra algum lugar juntas. Estou adorando ter uma forte amizade com ela de novo, conversamos sobre tudo, principalmente meu assunto preferido né rs.. sexo… Ela atualmente está noiva, recentemente saímos juntas, com nossos namorados para todos nós conhecermos, foi bem legal.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Durante nossas conversas confessei a ela que gosto de pular a cerca e que eu e Luan temos um relacionamento liberal, porém muitas das minhas aventuras meu namorado não sabe. Já ela disse nunca ter traído seu noivo, mas algumas vezes já se sentiu atraída por outros homens mas nunca teve coragem de ir mais longe.

Essa semana ela me chamou pra ir até sua casa, eu vesti uma sainha florida curta e uma blusa branca mostrando um pouquinho a barriga. Chegando em sua casa sentamos no sofá da sala e ficamos conversando, começamos a falar de sexo, estava muito excitante o assunto, ela falava das aventuras dela e eu da minha, até que acabei contando pra ela que de vez enquando eu transo com meu padrasto que tem um delicioso membro preto entre as pernas, ela fica de boca aberta ao saber e fala que nunca havia transado com um negro cacetudo, disse que seu namorado é negro mas tem um penis de tamanho normal, mas que a uns dias atrás viu seu pai pelado no quarto dele sem ele perceber, e que viu ele com o cacete mole pendurado entre as pernas e outra vez viu ele se masturbando no banho e era bem maior que só seu namorado, mas como era o pai dela ela não sentiu nada…

Dayana: “não sei como mamãe aguentava aquilo, deve ter sido por isso que se separou dele kkk”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Eu:”acho que ela é burra isso sim, com todo respeito kkk”

Enquanto falávamos disso seu pai chega do trabalho, vestido de terno, ele era um negro de uns 2 metros de altura, careca, com barba, usava óculos, corpo normal para sua altura. Minha buceta vibrou quando ele chegou, justo na hora que sua filha estava me falando do seu cacete. E da beijinho na cabeça dela, ela me apresenta pra ele e ele então diz que vai subir pra tomar um banho pois estava exausto.

Quando ele sai da sala eu olho pra Dayana e digo: “Amigaaa. Que homem é esse? Seu pai é uma delícia… kkk”

Dayana: “sua safadinha, já tá de olho no meu pai kkk”

Eu:”amiga, você tava aqui me falando que ele tem um pauzão e de repente ele chega assim no meio do assunto… imaginei logo ele pelado kkk”

Dayana: “credo amiga, você não tem controle mesmo”

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Eu:”aiii amiga, me desculpa, mas fiquei com tesão no teu pai kkk tô curiosa pra ver o pauzão dele ”

Dayana faz cara de nojo e diz: “credo amiga, é meu pai…”…”ok, olha só, ele toma banho no banheiro lá de cima, sobe devagar que a porta não fica trancada porque perdemos a chave”

Olhei surpresa pra ela e disse:”sério amiga, você não se importa?”

Dayana:”vai logo antes que eu me arrependa…”

Tirei minha sandália e subi as escadas bem delicadamente, cheguei na porta do banheiro e fui abrindo bem devagar e o vejo ainda com seu terno, ele estava mijando, e pude comprovar que oque minha amiga disse era verdade, o pau dele era grande e grosso mesmo mole, me aproximei dele, quando meu viu ele andou pra trás e guardou rapidamente seu cacete e disse: “wooou, que você está fazendo aqui menina?”

Eu:”meio óbvio né, a porta estava aberta, você com esse lindo cacete mijando, fiquei excitada…”

Ele:”você só pode ser louca menina, você tem idade pra ser minha filha, vá embora daqui”.

Eu então me sentei em cima da pia, que era bem grande, e abri minhas pernas deixando amostra minha calcinha marcada pela minha bucetinha e disse pra ele: “sim tio, tenho idade pra ser sua filha e também tenho idade pra guardar seu cacete aqui no buraquinho que tenho no meio das minhas pernas rs”

Ele:” você só pode estar brincando comigo, melhor você ir logo embora garota, antes que eu…”

“Que eu oque?”.. Disse eu puxando minha calcinha pro lado deixando minha buceta toda amostra pra ele.

Ele:”droga garota, você quem pediu…”

Ele tocou com os dedos na minha buceta e se abaixou e começou a chupar os lábios da minha buceta. Eu puxava sua cabeça e falava:”isso, chupa minha buceta, chupa gostoso “.

Como aquele coroa chupava gostoso… nossa me derreto só de lembrar…

Eu:”Que gostoso, agora deixa eu ver esse cacete gostoso que você tem aí, quero ele bem duro pra mim.”

Ele se levantou, eu ajoelhei na sua frente e abri sua calça e puxei seu pau pra fora, estava meia bomba, e eu coloquei na boca, começei a mamar pra deixá-lo bem duro, e rapidamente seu cacete estava duríssimo e grosso. Gente aquele torço era enorme, tinha com certeza uns 23cm ou mais. Não entrava nem metade na minha boca, e ele começou a forçar ele pra dentro da minha boca, ele segurava minha cabeça e fodia minha boca.

Olhei pra ele e disse: “e aí seu safado, não vai querer comer a amiga novinha da sua filha não?”

Ele: “só se for agora.. fica de quatro encima do vaso”

Fiquei de quatro encima do vaso e ele veio com seu cacete e foi enfiando na minha buceta que se abria toda pra receber seu cacete, começei a gemer mais alto conforme ele ia enfiando aquele monstro em mim.

Ele:”geme baixo sua ninfetinha, minha filha vai ouvir”

Eu:”Vai se fuder filho da puta, tá me enfiando um cacete desse tamanho e não quer que eu faça barulho?… Vai ficar se preocupando com sua filha ou vai fuder minha buceta?”

Ele então começou a me comer gostoso, e eu gemia alto, queria mesmo era que Dayana ouvisse que o pai dela estava fudendo minha buceta.

Eu: ” me fode, me fode, soca esse caralho na minha buceta”

Ele:”assim que eu gosto, novinha resistente, que gosta de se fuder na minha caceta.”

Ele depois me colocou sentada de pernas abertas em cima da pia, e socou seu cacete na minha buceta de novo, me fodia enquanto me beijava.

Eu:”isso, isso, mete gostoso, faz tua novinha gozar faz”.

Ele continuou socando forte até eu gozar, gozei deliciosamente. Ele então forrou o chão com uma toalha de banho e se deitou e mandou eu sentar de costas pra ele. E assim eu sentei no cacete dele, começei a cavalgar no seu cacete com a bunda bem empinadinha pra ele, ele então mandou eu virar de frente pra ele porque ele estava quase gozando olhando minha buceta engolindo seu pau com a bunda toda empinada. Me virei pra ele e sentei de novo rebolando no seu cacete, ele me fez inclinar o corpo todo pra cima dele e começou a socar forte na minha buceta, eu gemi muito, era muito tesão, gozei como uma louca.

Eu:”puta que pariu, seu puto, tá gostando de arrombar a amiguinha da tua filha?”

Ele: “tô adorando minha putinha”

Eu: “então agora goza pra mim vai, da leitinho pra tua putinha”.

Ele: “quero gozar na tua cara sua safada”

Fiquei de joelhos ele se masturbou até gozar na minha cara, na minha boca, nos meu peitos… fiquei toda gozada e sorrindo como uma putinha.

Ele:”sorrisinho gostoso de puta que adora ganhar porra”

Eu:”Adoro mesmo, foi maravilhoso”.

Me levantei joguei uma água no rosto e nos peitos, me vesti e me despedi dele. Desci e minha amiga ainda estava na sala vendo TV, cheguei na sala meia sem graça, Dayana me olhou com cara de quem estava segurando pra não rir e disse: “pow amiga, a coisa foi Boa lá encima hein, até os vizinhos ouviram você gemendo na rola do papai.”

Eu:” amiga, não consegui só olhar pra pica dele, tive que provar dela”

Dayana:” percebi, vocês nem disfarçaram kkk, e esse cheiro de porra vindo de você então kkk levou esporrada na cara né…”

Eu:”muita kkk”

Contei tudo que aconteceu pra ela e a safada ficou muito excitada ouvindo tudo rs.

[email protected]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *