Uma mãe safada fodendo com o filho de 20 anos

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

Eu sou uma mãe safada e acabou fodendo com o filho único que tenho. No começo senti muita vergonha de ceder a esses desejos, me sentia suja, um lixo de mulher, mas hoje em dia eu e meu filho lidamos muito bem com isso. Eu me chamo Vitória e o meu filho é o Victor. Tive ele muito nova, e hoje tenho 38 anos e meu filho tem 20. Sempre gostei de me cuidar e aparento ter muito menos do que eu tenho.

Cheguei a conclusão de que me sentia atraída pelo meu filho há um bom tempo, e que meus ciúmes dele não eram somente de uma mãe zelosa, e sim de uma mulher apaixonada. A nossa relação sempre foi muito boa, eu e o Victor sempre fomos unidos, todos os dias conversamos e vemos filmes juntos, e nossa união se tornou mais sólida depois da traição do meu ex marido.

Eu ainda era casada com o pai dele há uns 2 anos e o sacana acabou me traindo com uma colega de trabalho, na primeira vez perdoei, depois eu descobri que ele continuava com ela e isso foi o ponto final em nossa relação, e foi muito difícil pra mim mandar o Eduardo embora de casa. Fiquei um pouco deprimida e carente, depois das traições a minha vida sexual com ele tinha ficado quase inexistente, e volta e meia me pegava sentindo muito tesão.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Para aliviar meus desejos eu passei a me masturbar e virei adepta das sex shops. Eu curtia ir com a Raíssa, minha melhor amiga para essas lojas e comprava sempre um brinquedinho erótico diferente. Chegava em casa do trabalho, tomava um bom banho e enquanto meu filho não voltava da faculdade, eu ficava deitada na cama me masturbando, ou as vezes até na sala.

Um dia comprei um vibrador roxo muito macio, uma delícia, tava molhadinha só de pensar em usar. O Victor tava na aula, sentei na sala, fiquei nua curtindo o ventinho que vinha da janela e comecei a introduzir aquele brinquedo na minha buceta. Não precisei nem colocar lubrificante nele, eu já estava bem molhadinha. Comecei a curtir, tive o primeiro orgasmo, fiquei tremendo inteira, continuei me masturbando mais um tempo e quando estava perto de gozar o Victor entrou pela sala de mansinho e me viu.

Demorei um pouco a perceber que tinha alguém ali e minha reação foi me cobrir com as almofadas e morrer de vergonha. Ele não ficou diferente, também ficou visivelmente constrangido, vermelho, mas mesmo assim não tirava os olhos da minha bunda, única parte que dava pra ver um pouco. Me desculpei com ele, levantei e fui direto para o banho, nossa! eu queria sumir, mas confesso que enquanto me banhava comecei a imaginar se tudo fosse diferente, se meu filho entrasse em casa, me visse e me pegasse gostoso.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Os dias que se seguiram foram assim, de muito tesão por ele, pensamentos safados, sentia que ia ficar louca. Dormia e na madrugada acordava molhada, excitada, querendo dar pra ele. Acabei invadindo seu quarto de madrugada e feito uma louca fiquei observando ele dormir, deitei ao seu lado. Ele acordou, me olhou assustado, fiz sinal pra ele ficar quietinho e comecei a passar a mão pelo seu corpo. Ele tava dormindo só de cueca e senti seu pau ficar duro.

-O que você tá fazendo mãe? tá ficando louca?

-Relaxa, eu sei que você também quer, tá pensando que não notei a forma que você me olha?

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
thor hammer gel amostra grátis

Ele continuou insistindo que isso é errado, mas eu nem queria ouvir, fui descendo enquanto ele falava e coloquei o pau dele pra fora. Comecei a chupar bem gostoso, ele fechou os olhos, começou a acariciar meus cabelos e curtiu o momento. Meus mamilos estavam durinhos, pele arrepiada, buceta molhada, eu queria muito dar pra ele. Enquanto chupava seu pau ele acariciou meus peitos, começou a apertar e isso fez minha buceta latejar de tesão.

Me perdi com aquele pau macio e roliço, comecei a chupar com força, abocanhei até onde pude. Ele ficou com o maior tesão, comecei a empurrar a sua rolona na minha boca e eu comecei a chupar com mais força, mas logo fiquei sem aguentar e pedi pra ele me comer porque eu tava cheia de tesão.

Ele foi tirando minha roupa, me deitou na cama, abriu minhas pernas e começou a encaixar seu pau. Eu me tremi inteira, que tesão do caralho que me deu sentir a pica do meu filho entrando e saindo da minha buceta, tava gostoso demais, eu comecei a rebolar embaixo dele, minha buceta tava pingando de tão molhada.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
Telegram 
Entre agora!

-Você gosta disso não é? do seu filho fodendo a sua buceta!

-Aaaaaiii filho, eu tô adorando, tá tão gostoso! Me fode mais!

Eu abracei ele bem forte, comecei a arranhar suas costas e apertas sua cintura com minhas pernas. Ele não parava de meter, e seu pau entrava cada vez mais forte.

-Ai mãe, que buceta gostosa, tão apertadinha, não vou aguentar, vou gozar!

-Me fode! goza na minha buceta!

Ele levantou mais minhas pernas e começou a bombar com força na minha buceta. Eu gemi mais alto e ele socava até suas bolas baterem forte na minha entrada.

-Vou gozar, filho, aaaaaiiii que tesão!

Nisso acabei gozando primeiro que ele, logo depois ele pediu pra eu ficar de quatro e quando me coloquei na posição ele encaixou a vara de novo e começou a bombar dentro da minha buceta.

-Vou gozar! ai mãe, vou gozar na sua buceta!

Ele acabou gozando e eu fiquei toda melada com sua porra. Essa foi a primeira de muitas transas nossas. Hoje meu filho é o melhor homem que já tive, vivemos como um casal, sempre fodendo muito!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *